autowp.ru_kia_picanto_72

Talvez numa tentativa de adequar sua oferta à demanda, a Kia enxugou a gama de versões do Picanto ao deixar de importar sua versão de entrada, equipada com câmbio manual de 5 marchas, e também sua versão topo de linha, que se destacava por oferecer teto solar, airbags laterais e de cortina, lanternas de LED e bancos revestidos em couro. Em resumo, ele passa a ter apenas a antiga versão intermediária.

2

Isso significa que agora o subcompacto passa a custar, por tabela, R$ 44.900, ante os R$ 34.900 da antiga versão de entrada, que tinha os mesmos equipamentos. São eles: Rádio CD com entradas auxiliares, espelhos retrovisores, vidros e travas elétricos, direção elétrica, roda de liga leve e ar-condicionado, além dos obrigatórios freios ABS e airbags dianteiros. O motor é o 1.0 de 3 cilindros flex que gera 80 cv, agora sempre associado a um câmbio automático de quatro velocidades.

4Fotos | Kia/Divulgação