fiat_tipo_hatch_1A Fiat registrou patentes da família Tipo no Brasil. Na publicação do INPI há imagens do hatch de frente e traseira  e desenhos dianteiros do sedã e da perua. Como o Autos Segredos revelou com exclusividade em agosto, os novos projetos X6H e X6S da Fiat serão versões abrasileiradas do Tipo europeu.

fiat_tipo_hatchApesar de não confirmar oficialmente, nossa reportagem apurou que o hatch X6H e o sedã X6S terão seus desenhos modificados em relação aos similares europeus. No dia 1º de novembro, o Autos Segredos publicou nossa aposta para o visual do hatch. Quem viu o modelo nacional, afirma que nossas projeções estão bem próximas do modelo que ganhará as ruas no primeiro trimestre de 2017.

fiat_tipo_sedan

Na dianteira, o X6H tem mais mudanças em relação do Tipo europeu. O capô, por exemplo é mais comprido e encontra com a grade dianteira, que terá formato de colmeia no modelo nacional. Os faróis do X6H tem formato diferenciado dando identidade própria ao modelo. Na porção inferior do para-choque, o modelo nacional terá uma entrada de ar em formato de colmeia fazendo integração dos faróis auxiliares.

fiat_tipo_swNa traseira, de acordo com o apurado por nossa reportagem as mudanças em relação ao Tipo europeu estão na tampa traseira. Na versão “abrasileirada” a placa de identificação foi deslocada para o para-choque. Aliás, a peça também ganhou novo desenho e refletores em formato de bumerangue. Outra mudança é a porta traseira que não invade a coluna C como no modelo europeu.

Já no dia 15 deste mês, antecipamos as versões e motorizações do X6H. O hatch será vendido nas versões 1.0 Attractive, 1.3 Attractive, 1.8 Essence e 1.8 Sporting.

O motor 1.0 FireFly rende potência de 72 cv e torque de 10,4 kgfm (gasolina) e 77 cv e 10,9 kgfm (etanol), nessa opção o câmbio será o manual de cinco velocidades.  Já o 1.3 Firefly tem potência de 101 cv e 13,7 kgfm (gasolina) e 109 cv e 14,2 kgfm (etanol). No caso do propulsor 1.3 os câmbios serão o manual de cinco velocidades e automatizado Dualogic também de cinco posições.

O hatch ainda terá o motor 1.8 E.torQ EVO, o propulsor passou por diversas mudanças e fez sua estreia no Jeep Renegade 2017.  O propulsor flex rende 135 cv de potência com gasolina a 5.750 rpm e 18,8 kgfm de torque a 3.750rpm. Com etanol, os números sobem para 139 cv a 5.750 rpm e 19,3kgfm a 3.750 rpm. Com as mudanças, o motor 1.8 perdeu o tanque de partida a frio e ganhou o sistema Start&Stop. As versões 1.8 terão opções de câmbio manual de cinco velocidades e o automático de seis marchas.

Fotos | INPI/Reproduções