Flagra dos leitores: Renault Dokker em versões furgão e passageiro

31
1312

O Renault Dokker segue em testes no Paraná. Os leitores Rafael Carvalho e Willian Antunes flagraram as versões furgão e passageiro. Oficialmente, a marca não se pronuncia a respeito das novidades. Mas, ambos devem ser fabricados na Argentina em 2018. Com o segmento praticamente abandonado, o modelo pode atrair clientes pelo fator novidade.

Segmento

Longe do segmento desde 2010 quando deixou de comercializar o Renault Kangoo em versão passageiro. O Dacia Dokker poderá ser uma boa opção para a categoria de multiuso que está esquecida no Brasil. O Fiat Doblò é o único representante do segmento e já sente o peso da idade, afinal já tem quinze anos de mercado sem mudar de geração.

Produção

O Renault Dokker será produzido na fábrica argentina de Córdoba, na qual já são fabricados os irmãos Logan e Sandero. O Dokker tem a mesma plataforma M0 usada pela dupla.

 

Motor

O Dokker também compartilhará com o Sandero e o Logan o mesmo conjunto mecânico. O propulsor será o 1.6 16V de origem Nissan qué usado pela Renault desde o final de 2016. O propulsor rende potência de 118 cv a 5.500 rpm e torque de 16,2 kgfm quando abastecido com gasolina. Com etanol a potência é de 120 cv a 5.500 rpm e torque de 16,2 kgfm. O câmbio é sempre o manual de cinco velocidades. A direção será a eletro-hidráulica.

Foto | Rafael Carvalho
Foto e vídeo | Willian Antunes Fotógrafo de Família (www.willianantunes.com)

Flagrou algum carro diferente, camuflado, com placas verdes (ou tudo isso) ou ainda tem alguma informação interessante e quer contribuir com o Autos Segredos? Envie para o e-mail contato@autossegredos.com.br. Ou ainda pelo nosso WhatsApp (31) 99547-4805.

  • diego motta viana

    3 anos já esperando esse carro…

  • Raimundo A.

    Uma versão de passageiros com 1.6 CVT, e se tivesse sete lugares, melhor ainda.

  • Akina Speed Stars

    Bom dia, tive a impressão do veículo estar em testes finais: aquela etapa em que o veículo roda determinada quilometragem antes de ter produção aprovada.
    O condutor dirigia tranquilamente em velocidade de cruzeiro mesmo sob chuva (entre 100 – 120 km/h), acompanhei ele por mais de 20km, não contei, ele entrou em um retorno antes do pedágio.
    Minha esposa não filmou a hora em que uma fiorina botou pressão nele, jogou luz alta e ultrapassou. A Dokker nem foi lançada e a rivalidade já começou hehehe!

    • Ilbirs

      Fiorino deriva do Uno e, portanto, é de se imaginar que melhore o desempenho quando uma escada é adicionada no teto.

      • Debraido

        Fato, método de preparação nacional.

  • Mr. Car

    Veeeeeenha!!!

  • Pedro154

    Seria legal se tivesse uma versão voltada para a família, com detalhes de design mais ajustados a essa proposta, câmbio CVT… seria interessante ver esse segmento ressurgindo por essas bandas.

  • Filipo

    Penso que devem estar esperando pela nova geração da Dokker na europa para introduzirem a atual na AL (américa latina). Dai trazem o maquinário europeu para a Argentina e com isso, economizam bastante. Este veículo foi lançado em 2013 na europa, Vai fazer 5 anos!
    Quanto à versão de carga, para mim, será a melhor da categoria, mesmo já datada na europa. Ela tem capacidade de carga de 750 Kg, enquanto a Fiorino não passa de 650 Kg.
    Mas em relação a de passageiros, para ficar no lugar da velha e boa Scénic, é triste.
    Que venha só a Dokker cargo!

    *Pelo vídeo, a grade frontal da Dokker de testes parece bem diferente da Dacia Dokker e parece ter já o losango da Renault nela, abaixo do adesivo de disfarce. Sinal que está em fase final de adaptação. Seu lançamento no ano que vem deve ser certo.

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿®

    Que a Renault não abuse nos preços senão aquele Jumpy a diesel vai atropelar no CxB.

    • Diego Lip

      São categorias diferentes, este será mais barato.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿®

        Sim, mas levando em conta que um Dobló parte da casa dos R$ 80 mil e este deve ser parelho ao mesmo, as vezes mesmo com o custo de aquisição maior do Jumpy, a maior capacidade de carga com a economia e robustez do Diesel pode valer a pena.

        • Diego Lip

          A FIAT é insana, acho mais fácil a Renault trazer a Trafic de volta para o Brasil do que inflacionar o Dokker, se a Citroën fizer sucesso com a Jumpy.

  • mjprio

    Pronto pra ser a alegria dos taxistas e uberistas

    • Caio Cartaxo

      E também dos motoristas de transporte escolar!!

      • mjprio

        Mas esses modelos tipo Doblo podem ser legalizados? Pergunto porque nao sei mesmo. Pra mim so podia ser onibus, microonibus ou van. Hoje a maioria dos transportes legalizados sao feitos por vans, com alguns poucos micros tipo Volare e Senior, etc. Os ônibus grandes me parece terem caido em desuso.

        • Saulo Tavares

          Aqui em Natal, já vi tanto Dobló quanto Kangoo, até Spin e Zafira, como transporte escolar.

        • Caio Cartaxo

          Rapaz, eu também tenha essa visão, mas aqui na cidade que moro João Pessoa/PB ta se tornando muito comum uso de Doblos para transporte universitário, pelo o que entendi basta o carro está em condições de rodar e passar na vistoria, não importa o tamanho do veiculo.

    • Ilbirs

      Dos taxistas eu tenho certeza, pois é veículo de função análoga ao Doblò que tanto vemos por aí. Dos uberistas eu tenho minhas dúvidas, pois o regulamento dos veículos aceitos diz que não são aceitos em hipótese alguma caminhonetes e vans. Eu mesmo não me lembro de ver Doblò sendo usado para o Uber, apesar de já ter visto Spin em tal serviço. Dando uma olhada nos veículos aprovados para cidades do grupo A e do B, há a curiosidade de o Doblò estar aprovado no segundo grupo e, em ambos os grupos, dizerem que daria para fazer o serviço usando Renault Lodgy. O problema é que não há previsão do lançamento dessa minivan por aqui e pode ter sido um erro do pessoal do aplicativo, podendo aí haver a possibilidade de que de fato seja o Dokker pré-aprovado para tal uso assim que for lançado e alguém tenha errado na hora de digitar. De repente a Renault até já andou trocando figurinhas com o pessoal do Uber para que o furgão entrasse como veículo aprovado.

      • mjprio

        Caramba nao sabia que o Uber nao aceitava esse tipo de carro.
        Agora na europa carros como o Lodgy (principalmente os da skoda e seat) sao amplamente utilizados por taxis. Nao sei se por uber!
        O que se pode dizer e que na versao de passageiros sao muito bons e espacosos alem de caber boa quantidade de bagagens

        • Ilbirs

          Por isso que espero que o “Lodgy” que consta na lista dos carros permitidos tenha sido apenas um erro de digitação em uma eventual troca de figurinhas entre a Renault e o Uber e que de fato tenhamos o Dokker tanto na lista A quanto na B.

  • CA

    O Doblô ainda está em linha?

    • Caio Cartaxo

      Sim

  • Ricardo Blume

    E a Renault está apostando forte no Brasil. Deu um tapa no Sandero/Logan, Captur, Kwid, Oroch, novos motores 1.0 e 1.6 e agora o Dokker. Está disposta a agitar o mercado.

  • Danilo

    Muito feia a junção do teto com o resto da estrutura sobre a porta do motorista. Parece uma adaptação e não um projeto. Mas tirando isso, devido aos elevados preços dos SUV, se a versão de passageiros vier com preços convidativos, pode sim reavivar o segmento das peruas.

  • Se vier com um bom CxB pode atrapalhar bastante a vida da Fiorino, que atualmente reina soberana. Na Master a Renault acertou em cheio, já que depois do lançamento ,liderou o mercado. Já na versão de passageiros, se tiver 7 lugares, pode roubar muitos clientes da Spin, já que beleza não deverá ser um atributo principal nesse segmento atualmente no Brasil, e sim a funcionalidade. Veremos em 2018!

  • Tommy

    Se tivesse câmbio CVT podia roubar umas vendas da Spin

  • Flight_Falcon

    5 lugares? será que viria 7 também? Estamos precisando de carros assim.

  • Ⓜ️arcelo

    Pela primaira foto notamos que o estilo capivara da spin fez escola, kkk

  • Fernando Bento Chaves Santana

    O Spin básico parte de R$ 61k. O Dobló Adventure (a única versão disponível) custa inacreditáveis R$ 82K. O Duster básico sai por R$ 70K. O Fiorino parte de R$ 57K. E o Kangoo custa R$ 58k

    Acho que podemos pensar em R$ 60k para o furgão, R$ 65k para a versão de 5 lugares e R$ 70k para a versão de 7 lugares.