fiat_linea_10[4]

A Turquia foi o primeiro mercado que recebeu o Fiat Linea, e também será o primeiro a receber o sucessor do sedã.  Joint Venture da Fiat naquele mercado, a Tofas já recebeu luz verde para receber um investimento de 380 milhões de euros, destinado à ampliação da capacidade de sua fábrica para 580.000 unidades anuais e ainda para renovar seus produtos, incluso um substituto o Linea.autowp.ru_fiat_viaggio_11[5]

Você já pode estar pensando no Fiat Viaggio, derivado do Dodge Dart e fabricado apenas na China – onde suas vendas seguem abaixo da meta. Melhor ir com calma. Fala-se que este novo modelo será um sedã de baixo custo, algo que o Linea, derivado do Punto, mal ou bem já é. Seria difícil fazer do Viaggio um sedã para concorrer com o novo Renault Logan, vendido como Symbol por lá.

Considerando a proposta do modelo, e que um dia a Fiat vendeu na Turquia o Albea, um Fiat Siena alongado, não me surpreenderia se este novo sedã for algo derivado do Grand Siena, mas é mera suposição minha. O novo sedã deverá ser apresentado no ano que vem, sendo lançado em 2015.

Enquanto isso, o Linea brasileiro passará por um leve facelift no Brasil em 2014, inspirado no que o modelo turco recebeu no ano passado em alguns pontos.