Ainda não será desta vez que os consumidores brasileiros que anseiam por uma geração realmente nova da Fiat Strada serão atendidos. A marca italiana está trabalhando na sexta reestilização da líder absoluta da categoria de picapes compactas. Porém, desta vez as mudanças serão mais profundas e envolvem as laterais – pela primeira vez -, traseira e caçamba. Apenas a versão Working tem alteração na dianteira. As previsões são de que a “novíssima” Strada chegará ao mercado em 2014, marcando estreia da versão cabine dupla com três portas, e que elas ficarão bem próximas a estas projeções de Renato Aspromonte.

Lançada em 1999 a picape derivada do Palio seguirá carreira solo, já que o Palio Weekend morrerá sem ter substituto dentro de alguns anos. Mas, como assunto aqui é a picape, vamos a ela.

Reestilização seletiva

As versões atuais, Working, Trekking e Adventure, serão mantidas, assim como as opções de motores 1.6 e 1.8 E.torQ. Já o motor 1.4 Fire será substituído pelo EVO, já usado por Uno, Palio e Punto. As cabines também continuam as mesmas com simples, estendida e dupla. A novidade será a opção da dupla com três portas à la Veloster.

A versão de entrada Working será privilegiada. Terá alterações em todos os lados por não ter recebido novo para-choque na última reestilização, promovida no “distante” ano de 2012.  A peça ficará com visual mais agressivo e a entrada de ar para o motor será parecida com a do novo Uno. O farol auxiliar ficará destacado nas extremidades.

As laterais estão mais lisas como as que estrearam na linha Palio, em 2007. Na cabine simples a coluna B ganha um aplique plástico que simula uma entrada de ar. O vidro espia lateral da cabine estendida, que antes terminava abaixo da linha de cintura, agora marca o encontro da linha de cintura com a caçamba. Isso ocorre, porque para aumentar a capacidade de carga, as laterais e tampa traseira estão cerca de dez centímetros mais altas. Porém, isso acarretará na perda de visibilidade traseira.

A tampa traseira terá desenho ressaltado como os usados no Uno e no Palio e o logotipo da marca ficará em destaque no centro. As lanternas deixam de invadir a tampa traseira ficando somente na carroceria. Ou melhor, passam a avançar em direção às laterais. Quem viu garante que a peça se parece com uma lanterna do Siena EL, porém, sem a extensão.

“Você já viu uma picape de três portas?”

Além das mudanças visuais a reestilização marcará a chegada da cabine dupla com três portas para facilitar o acesso ao banco traseiro. A porta é inversa (suicide door, porta suicida em tradução literal) e neste caso a porta de trás faz parte da estrutura e tem a metade de uma porta normal, sendo que ela só abre se a dianteira for aberta. Esta configuração era comum em picapes médias com cabine estendida na década de 90 e também era encontrada no Mazda RX8, descontinuado no ano passado.


Com Henrique Rodriguez

Projeções | Renato Aspromonte/Especial para o Autos Segredos