VWfusca78pintado

Depois de um mês na oficina o Volkswagen Fusca 1978, estrela do Refazendo máquina, já ganhou a pintura nova. A cor original marrom saveiro foi mantida. A meta é conseguir a placa preta, e por isso vamos tentar mantê-lo o mais próximo do original. Ela ainda não foi polida, mas o resultado da pintura está bem satisfatório. 

VWfusca78pintado5

No último post relatei que estava atrás de um capoteiro para fazer toda forração do 78. Teto, assoalho, forração de portas e bancos tiveram que ser refeitos. Como não conhecia nenhum profissional, recorri mais uma vez a indicação. A primeira vista, fiquei com receio pelo aspecto do local. Mas, que logo passou quando vi o resultado do trabalho realizado em outro Fusca. Queria apenas refazer os bancos, teto e assoalho, pois, já tinha comprado as forrações prontas com famosa costura eletrônica.

VWfusca78banco

Porém, o capoteiro disse: “Essas peças prontas geralmente não dão encaixes e a fixação com pouco tempo se solta”. Para a forração das portas ele não usa a sistema de fixação original, mas, isso é assunto para outro post. O custo total do serviço foi de R$ 1.400.  Os bancos antigos estavam todos forrados em courvin, mas, através de algumas pesquisas e com a ajuda do amigo Júnior Almeida chegamos a conclusão que os originais eram forrados com courvin nas laterais e tecido em veludo no meio. Entretanto, não tinha ideia nenhuma das medidas e do desenho original, mas, graças ao Júnior que conseguiu o gabarito do desenho dos bancos conseguimos que ficasse com o padrão original.  Em uma semana os bancos já estavam praticamente prontos e o resultado do trabalho como pode ser visto na portas ficou bem interessante.

PEÇAS Algumas peças foram compradas pela internet e aí algumas dores de cabeça surgiram. Os batentes de porta por exemplo vieram com cores diferentes e uma  peça veio totalmente enferrujada, solicitei a troca e vieram duas peças da mesma cor e outra vez  erradas, já que mandaram dois batentes do lado direito. Desisti de solicitar a troca e comprei os novos batentes no Zé do Fusca, vendo o que estava comprando.  Ainda voltarei a escrever sobre peças, mas isso também será assunto de outro post. No próximo vamos relatar os percalços na montagem… Até lá!



Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos