Para marcar o dia do 4×4, a Jeep reuniu entusiastas da marca no Haras Tuiuti para um dia de descontração onde os convidados puderam demonstrar todo o amor por seus Jeeps. A estrela do evento era o Sr. Hugo Vidal que, aos 19 anos de idade, partiu de São Paulo rumo ao Alaska na companhia de dois amigos. A viagem durou um ano – se iniciou no dia 2 de abril de 1955 – e teve seu fim no dia 14 de abril de 1956, quando o trio retornou ao Brasil.

O Jeep verde e amarelo da foto acima foi usado pelo trio para rodar 72.985 quilômetros e passar por 19 países. Hoje com 81 anos, as lágrimas desciam do rosto do Sr. Hugo Vidal a cada vez que era entrevistado para falar sobre o feito.

O encontro contou com a presença dos apaixonados pelos Jeeps com seus aspecto original e também pelos praticantes de raid que marcaram presença com seus combatentes preparados para encarar qualquer tipo de terreno.

Pista

Além de trocar experiências, os participantes do Jeep Day puderam dar uma volta numa pista preparada com algumas situações que os participantes de raid encontram em seus passeios. Para os experientes, a pista parecia brincadeira de criança como mostram as fotos do Jeep preto acima e do Wrangler azul abaixo. Aliás, o Wrangler no Jeep Day estava equipado com o seu motor original 3.6 V6, mas, o seu dono revelou que costuma “passear” com o Jeep com outro motor com cerca de 520cv de potência.

Dicas

Para os marinheiros de primeira viagem, o piloto Cacá Clouset deu importantes dicas sobre o funcionamento dos sistemas e tipos de tração 4×4.

Renegade

O Jeep Day coincidiu com a marca de 100 mil Renegades comercializados no Brasil. “Se fosse combinar, não daria tão certo”, diz executivo Alexandre Clemes ao comemorar o feito. Em números exatos foram 100.054 unidades vendidas em dois de vendas. A marca também festeja o crescimento de 42,7% nas vendas da marca Jeep no primeiro trimestre deste ano sobre o mesmo período de 2016.

Fotos | Fiat/Divulgação e Marlos Ney Vidal/Autos Segredos