De Buenos Aires – Ainda tem mais novidades. No stand da Volkswagen, um dos mais europeus do evento, estavam a nova geração do Beetle, a Amarok em duas versões conceituais  e a Space Cross. Algo interessante, é que a iluminação do espaço não entrava em acordo com o foco automático da minha câmera, então, desculpe pela qualidade de algumas imagens.

Começo pelo Beetle. A nova geração do modelo está realmente mais esportiva, principalmente no interior. Mas, os plásticos rígidos do painel revelam que o mercado principal do esportivo é o mercado norte-americano, que não liga muito para essa questão.A Amarok apareceu nas versões Maxi, alongada que não deverá entrar em produção tão cedo (sem rodagem dupla na traseira não adianta nada)  e na versão cabine simples, que, sabe-se lá porque, era tratado como um conceito. A Space Cross, por sua vez, não passa de uma SpaceFox com suspensão elevada, pneus de uso misto, adereços estéticos e o mesmo interior do CrossFox.A PSA estava bem representada por lá. Na Citroën o destaque era da linha DS, com os belíssimos DS3 e DS4. O DS3 já é vendido por lá com o motor 1.6 THP de 156cv, e pude ver alguns nas ruas de bairros mais caros da capital, mas o preço não é nada animador: 146 mil pesos, cerca de 70 mil reais. O DS4 por sua vez, estava intocável em sua plataforma giratória. Os dois modelos começam a ser vendidos no Brasil em meados de 2012, junto também da minivan DS5.No stand ao lado, da Peugeot, a atração mais importante era o 508, nas versões sedã e perua. O modelo era equipado com o bloco 1.6 THP de 163 cv que em breve equipará o 408. Sofisticado, o modelo tem um dispositivo que rebate o encosto dos bancos traseiros – com o qual eu e dois argentinos nos divertimos.  O modelo deverá chegar ao mercado argentino e brasileiro no ano que vem.O Peugeot RCZ também apareceu por lá. Como você sabe, já era para ele ter sido lançado no Brasil. Ao seu lado estavam unidades do 207cc  (que já é vendido lá) e 308cc, mas nenhuma unidade do 308 hatch,  que deverá ser fabricado na Argentina no ano que vem. Mas, acreditem, o mais curioso foi encontrar um 206 no stand. Sim, ele ainda é vendido por lá! Custa pouco menos de 24 mil reais com o motor 1.4, mas realmente não sei se é fabricado em Porto Real (RJ).

Fotos | Henrique Rodriguez/Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter