A apreensão da réplica da Ferrari F430 ocorreu na manhã de hoje (14/8), em Belo Horizonte
Réplica Ferrari F430
Foto: Polícia Civil/Reprodução

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) apreendeu na capital mineira uma réplica da Ferrari F430. Segundo a PCMG, a cópia estava anunciada no site de vendas por R$ 172 mil, após denúncia dos representantes da marca no Brasil o anúncio foi retirado do ar. Porém, o proprietário continuava a ofertar a réplica por R$ 130 mil.

Réplica Ferrari F430
Foto: Polícia Civil/Reprodução

A réplica da Ferrari F430 será encaminhada para perícia e o proprietário será investigado pelos crimes contra a propriedade industrial.

Réplica Ferrari F430
Foto: Polícia Civil/Reprodução

É crime

De acordo com Domiciano Monteiro, Chefe da Divisão de Fraudes e delegado do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes (DEF), é crime a oferta para venda de objeto que incorpore ilicitamente desenho industrial registrado, bem como a reprodução, sem autorização do titular, de marca registrada, como é o caso da Ferrari.

Réplica Ferrari F430
Foto: Polícia Civil/Reprodução

Ainda segundo Monteiro, o suspeito foi levado para delegacia onde o mesmo afirmou que a réplica já havia rendido bons frutos financeiros através de aluguel para casamento e outros eventos.

Ferrari F430

A Ferrari F430 foi apresentada no Salão do Automóvel de Paris de 2004 Como sucessora dos modelos 355 e 360. No Brasil, o modelo chegou a ser ofertada zero quilômetro por R$ 1,5 milhão. Atualmente, um modelo 2006 é vendido em site de classificados de automóveis por R$ 600 mil.

A F430 é equipada com motor 4.3 V8 com potência de 490 cv e torque de 47,4 kgfm. A transmissão é semi-automática de seis marchas.

Santa Catarina

Já é a segunda apreensão de réplicas de esportivos no Brasil em menos de um mês. Em julho, em Santa Catarina, a Polícia Civil do estado apreendeu réplicas de modelos da Ferrari e Lamborghini. Ao todo foram recolhidos oito réplicas de modelos, chassi, modelos, ferramentas e fibras.

Réplica Lamborghini
Foto Polícia Civil/Santa Catarina/Divulgação

Entre as réplicas estavam uma Lamborghini Huracán que eram ofertados por valores entre R$ 180 mil e R$ 250 mil. O valor representa apenas 8% do valor dos originais comercializados por valores que vão de R$ 1,5 milhão a R$ 3 milhões.