De acordo com informações divulgadas pelo site Argentina Auto Blog, o grupo francês PSA (Peugeot-Citroën) investirá cerca de 700 milhões de euros em fábricas localizadas na América Latina. Desde o ano passado, os fabricantes já haviam anunciado que a planta brasileira receberia 590 milhões de euros, o que corresponde a 84,3% do total. A subsidiária argentina ficará com a maior parte da quantia restante. Os recursos serão aplicados ao longo dos três próximos anos.

Os investimentos estão voltados para a produção de novos produtos. Das linhas de montagem de Porto Real, RJ, sairá o Peugeot 208, um modelo ainda inédito em todo o planeta, cuja estréia está prevista para 2013. A marca do leão também produzirá no Brasil um compacto, chamado por enquanto de M3. A Citroën fará aqui um veículo semelhante, o M4.

A planta argentina ficará responsável pelo carros médios. Em 2012, a fábrica de El Palomar começará a abastecer o mercado latino com o Peugeot 308, um hatch derivado do 408, sedã que será lançado em breve. No mesmo ano, a linha C4, da Citroën, passará por uma leve reestilização. Contudo, ainda não há planos de produzir a nova geração do modelo, que já é comercializada na Europa, no país vizinho.

A América Latina é promissora para a PSA atualmente, pois proporcionou um crescimento local de 26,5% às vendas do grupo, resultando em um total de 294 300 automóveis comercializados. O Brasil teve participação importante, e absorveu cerca de 50% da produção. Curiosamente, a parcela da Peugeot e da Citroën no mercado nacional ainda é modesta, e corresponde a apenas 5,3%. Na argentina, a situação é inversa: por lá, 12,6% dos automóveis emplacados foram fabricados pelas duas marcas francesas.

Fotos Peugeot/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Quer equipar seu auto? Compare os preços antes no indiCAuto Auto Peças Online!