Enquanto consumidores e concorrentes ainda estão atordoados com a decisão do governo de aumentar o IPI em 30% para veículos importados, a Peugeot acena com a possibilidade de erguer outra fábrica no Brasil, também no estado do Rio de Janeiro, onde fica a atual planta da empresa. A construção da nova unidade industrial, contudo, não foi motivada pela medida fiscal. A marca francesa já havia anunciado investimentos no país, destinados à produção do 208 (veja aqui) e à atualização tecnológica dos motores 1.6 16V (veja aqui).

Foi o próprio presidente da PSA no Brasil, Carlos Gomes, que sugeriu, sem afirmar, que a empresa expandiria os negócios: “Fincamos raízes no Rio”, disse. Como a PSA já havia anunciado investimentos de US$ 1,4 bilhão no país até 2012 e a atual fábrica de Porto Real deverá atingir a capacidade máxima em 2013, as meias palavras do executivo foram suficientes para entender a mensagem. A marca prevê crescimento na participação das vendas não apenas por aqui, mas em vários mercados da América do Sul, para os quais seria exportada parte da produção nacional.

Fonte | Automotive Business
Foto | Peugeot/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter