A polêmica parceria entre a Hyundai e o Grupo Caoa pode chegar ao fim antes do que se imaginava. Segundo informações veiculadas no jornal Brasil Econômico, a marca sul-coreana deverá assumir parte das atividades que atualmente estão nas mãos da empresa local, após a conclusão da fábrica de Piracicaba, SP,  o que geraria uma indenização bilionária. Segundo a publicação, a quantia poderá chegar aos R$ 16 bilhões, equivalentes ao dobro do faturamento que o fabricante somou no país em 2011.

O contrato entre as duas empresas tem validade até 2013.  A Caoa já vem tomando algumas medidas para assegurar uma sobrevida tranquila no futuro, entre as quais a compra de mais concessionários Hyundai: no ano passado, foram adquiridas 42 novas lojas e em 2012 já foi aberto um outro ponto de venda. O grupo detém nada menos que 91 das 201 autorizadas da marca sul-coreana.

Além de praticamente metade da rede assistencial, o Grupo Caoa continuaria com a fábrica de Anápolis, GO, voltada para a produção de caminhões e veículos dotados de motores com cilindrada a partir de 2.0 litros. No último domingo, a empresa anunciou que a planta goiana produzirá o ix35 (veja aqui).

A Caoa passou por uma situação semelhante em 1995, quando ainda representava a Renault no Brasil. A marca francesa havia optado por construir a unidade industrial de São José dos Pinhais, PR, e comandar os próprios negócios no país, encerrando de vez o acordo com o grupo.

Foto | Hyundai/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter