400 horistas temporários já são selecionados para começar a atuar em janeiro. Para abril, a marca fará a contração de mais 200 colaboradores para a produção de caminhões e agregados
Mercedes-Benz
Foto | Mercedes-Benz/Divulgação

A Mercedes-Benz abre 600 vagas de emprego temporário para aumentar os seus volumes de produção de caminhões e agregados para atender a crescente demanda no mercado brasileiro em 2019.  As vagas são para as unidades de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG).

Temporário

Os primeiros 400 horistas temporários começarão a atuar em janeiro na produção de na produção de caminhões e algumas áreas de agregados na fábrica de São Bernardo do Campo, São Paulo. Do total, 70 vagas serão preenchidas por aprendizes do SENAI que serão contratados, sendo 30 deles com deficiência auditiva. Ainda dentro das 400 vagas, 25 serão para a fábrica de Juiz de Fora (MG).

Negociação

Segundo a Mercedes-Benz, as outras 200 vagas, serão preenchidas em abril de 2019, desde que o mercado de caminhões mantenha a tendência de expansão.

“Estamos contentes com esse movimento de negócios que gera novos empregos. Com essas novas vagas, a Empresa terá criado mais de 1.400 postos de trabalho desde dezembro de 2017 em suas duas fábricas de veículos comerciais”, diz Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. Depois de quatro anos, a Empresa volta a produzir com dois turnos em caminhões, tanto em São Bernardo do Campo quanto em Juiz de Fora, e com três turnos em algumas áreas de agregados (motores, câmbios e eixos).