Fiat_palio_fire_2pO jornalista Boris Feldman, que lançará nas próximas semanas o portal Auto Papo, nos ligou para passar uma informação exclusiva. De acordo com ele, a Fiat irá “matar” os modelos Idea, Siena EL, Weekend, Palio Fire e Doblò furgão. No caso de Siena EL e do Palio Fire, já não é mais possível fazer pedidos nas concessionárias; o consumidor consegue comprar somente carros que estiverem no estoque.

Além dos modelos citados por Boris Feldman, nossa reportagem apurou que Punto e Linea também estão com os dias contados. Os chefes de equipes do chão de fábrica em Betim (MG) já avisaram aos seus subordinados que ambos serão descontinuados neste ano.

Com exceção do Punto, que tem nove anos de mercado, e do Linea, que tem oito anos, todos os demais modelos têm mais de dez anos de produção.

O Palio Fire, por exemplo, descende do modelo lançado em 1996, passando por duas reestilizações (2001 e 2003). Para se ter uma ideia do peso da idade, o veterano hatch ostenta visual da última atualização, que foi realizada em 2003.

Siena-EL10O mesmo acontece com o Siena EL, que mantém a mesma plataforma de 1997 e, de lá para, cá passou por duas reestilizações, sendo que a carroceria atual é a mesma de 2007. A versão EL chegou em 2010 e em 2013 ganhou novo para-choque dianteiro.

Weekend_3x4FrenteTambém remanescente da primeira geração da Palio Weekend, lançada em 1997, a perua agora chamada só de Weekend passou quatro reestilizações (2001, 2004, 2007 e 2012). O modelo comercializado hoje mantém a mesma plataforma, e carroceria foi atualizada pela última vez em 2007. Em 2012, a Weekend ganhou um novo para-choque.

A versão Cargo do Doblò chegou ao mercado em 2001, e nesses quinze anos de mercado, teve apenas uma mudança visual, em 2009. Com a chegada da nova geração da Fiorino, a versão comercial do Doblò ficou sem sentido no mercado.

idea_essence_my2014_001(1)Já o Idea foi lançado no mercado nacional em 2005 e, nesses onze anos de mercado, passou por uma reestilização mais profunda em 2010 e uma mais leve em 2015.

Lançado em 2007, o Punto tem nove anos de mercado, sendo que em 2012 passou por uma mudanças visuais, ganhando novo para-choque e painel remodelado. O hatch será substituído pelo modelo derivado Projeto X6H, que será produzido em Betim (MG).

LineaBlackMotion_3x4FrenteDos modelos que sairão de linha, o Linea é o mais novo: tem oito anos de mercado, passou por mudança visual em 2014 e continua do mesmo jeito. O modelo nunca foi um sucesso de vendas e sairá de cena com a chegada do novo sedã derivado do Projeto X6S, que será fabricado na Argentina.

RESPOSTA

Consultada a Fiat respondeu que os modelos seguem sendo produzidos normalmente.

Fotos | Fiat/Divulgação

(*) Texto alterado às 14h44min, do dia 16/5/16, para inclusão de resposta da Fiat.