teste_fiat_bravo_blackmotion_2No dia 13 deste mês, publicamos que a Fiat iria tirar de linha alguns modelos. Hoje (27/5), apuramos que mais um carro da marca italiana deixará as linhas de produção da fábrica de Betim (MG). Em junho a marca irá interromper a fabricação do Bravo. Lançado em dezembro de 2010, o modelo sairá de cena de depois de cinco anos e seis meses de mercado.

A Fiat até tentou dar uma rejuvenescida no Bravo quando reestilizou o modelo em fevereiro de 2015. Porém, surtiu pouco efeito. Desde seu lançamento o Bravo era comercializado com os motores 1.8 E.torQ e 0 1.4 T-Jet. Na linha 2016 o Bravo era comercializado nas versões Essence, Sporting e BlacMotion equipadas com motor 1.8 e opções de câmbio manual de cinco velocidades ou o automatizado também de cinco marchas. Além das versões aspiradas o Bravo tinha a esportiva T-Jet equipada com motor 1.4 turbo e câmbio manual de seis velocidades.

Em 2015 o Bravo teve apenas 5,12% de participação no mercado nacionl vendendo apenas 2.795 unidades. O Fiat Bravo nunca foi um sucesso de vendas e nos últimos meses vinha agonizando no mercado nacional não aparecendo nem entre os 50 mais vendidos no acumulado até abril/16.

Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos