A Honda inaugurou hoje sua fábrica nova em Campana, na Argentina, que torna-se responsável pela produção do sedã City. O plano da empresa é abrir espaço nas linhas de montagem de Sumaré, SP, para o Brio, compacto de baixo custo que chegará ao país em 2013 (veja aqui). A maior parte das peças, contudo, continuará vindo do Brasil, pois a montagem ocorre em regime CKD (completely knocked down).

A fábrica platina deveria ter sido inaugurada em 2009, mas as obras atrasaram devido à crise econômica mundial. A marca, contudo, continua enfrentando problemas, agora devido ao terremoto seguido de tsunami que atingiu o Japão em março e interrompeu o fornecimento de peças às subsidiárias espalhadas por outros países e às barreiras burocráticas impostas pelo Brasil aos veículos provenientes da Argentina (veja aqui).

A nova unidade industrial consumiu investimentos de US$ 250 milhões e gerou 380 empregos diretos. A planta tem capacidade para produzir 30 mil automóveis por ano. O evento de inauguração teve a presença da presidenta Cristina Kirchner.

Foto | Honda/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter