nissa_exportacaoA Nissan deu início ao programa de produção em série de automóveis para exportação. A fábrica da marca em Resende (RJ), passará a fornecer os clientes dos mercados regionais com veículos especialmente feitos para eles.

A marca já tinha começado a exportar em março seus modelos nacionais para o Paraguai. Nesta segunda fase, entre julho e agosto, a Nissan exportará automóveis também para Bolívia, Chile, Peru e Uruguai. E, posteriormente, para a Argentina.

Os mercados vizinhos receberão March e Versa em diferentes versões com motor 1.6L 4 cilindros com câmbios manual, automático e CVT. Assim que a produção nacional do crossover Kicks se iniciar na fábrica do Rio, a marca também esperar exportar o modelo.

“Nosso time em Resende tem trabalhado duro nos últimos dois anos para estabelecer alguns dos mais elevados índices de qualidade da Nissan em todo o mundo. Esta qualidade nos dá a certeza de que os nossos automóveis produzidos no Brasil serão bem aceitos pelos clientes de toda a América Latina, o que reforçará nossa marca na região.”, afirma Hitoshi Mano, Vice-Presidente de Operações e Manufatura da Nissan do Brasil.

O programa de Exportação da Nissan do Brasil foi criado em 2015 com objetivo de levar toda a tecnologia produzida em Resende para os mercados da América Latina cuja demanda tem crescido ao longo dos meses.

Foto | Nissan/Divulgação