As vendas de veículos voltaram a apresentar queda em outubro. Foram comercializadas 263.819 unidades durante o período, queda de 10,15% em relação a setembro, que por sua vez também registrou retração em relação a agosto. A Fenabrave, (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) porém, mantém a previsão da comercialização de 3,525 milhões de automóveis até o fim de dezembro, um recorde absoluto. Nos demais meses de 2011, o mercado se manteve mais aquecido que o esperado, o que deve compensar as últimas perdas.

A Fiat mais uma vez liderou entra as marcas. Por outro lado, o carro mais vendido do mês, como de praxe, foi o Gol. O ranking dos hatches compactos segue com Uno, Celta Fox/CrossFox, Palio, Sandero, Agile, Fiesta e Ka.

Entre os sedãs compactos, a ponta ficou com outro líder tradicional, o Chevrolet Corsa. O Voyage ficou com a segunda posição e o Siena fechou em terceiro. Prisma e Logan seguem na ordem, mais para trás.

No segmento dos sedãs médios, a grande revelação foi o Chevrolet Cruze, que estreou com expressivos 2.034 exemplares comercializados. Nas vendas acumuladas, que incluem os números desde janeiro, o novato não figura entre os líderes, por razões óbvias. A ponta isolada da categoria ficou mais uma vez com o Corolla. Jetta, Civic e Fluence vêm nas posições posteriores.

Os hatches médios têm um novo modelo no topo das vendas. O Ford Focus superou o ex-lider Hyundai i30 por 589 unidades. Outro modelo coreano, o Veloster, vendeu muito bem e ficou com a terceira posição. O Astra, em fim de carreira, ainda emplacou o quarto lugar, enquanto o Golf completou o ranking.

O segmento das peruas, que atualmente conta com poucas representantes, continua com a Palio Weekend à frente, enquanto SpaceFox e Megáne Grand Tour prosseguem, respectivamente, nos lugares seguintes.

No mais, dois lançamentos chegaram obtendo bons resultados. O Nissan March emplacou 1.220 em seu primeiro mês no mercado. Entre os modelos considerados comerciais leves pela Fenabrave, a revelação foi o Renault Duster, com 1.734 exemplares comercializados.

Os importados tiveram quedas expressivas durante setembro. Quase todos os modelos estrangeiros registraram revezes nas vendas. A Kia foi a que sofreu mais, despencando da sétima posição entre as marcas para a décima segunda.

FIAT 57.134 21,66%
VW 53.287 20,20%
GM 49.816 18,88%
FORD 22.737 8,62%
RENAULT 18.500 7,01%
HYUNDAI 10.495 3,98%
TOYOTA 8.651 2,28%
PEUGEOT 6.529 2,47%
HONDA 6.348 2,41%
10º CITROEN 6.230 2,36%
11º NISSAN 4.917 1,86%
12º KIA 4.391 1,66%
13º MITSUBISHI 4.027 1,53%
14º JAC 2.045 0,78%
15º CHERY 1.853 0,40%
16º HAFEI 1.176 0,45%
17º MERCEDES-BENZ 989 0,37%
18º BMW 664 0,25%
19º LAND ROVER 583 0,22%
20º SUZUKI 508 0,19%

Fotos | Volkswagen, Fiat, Chevrolet e Renault/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter