palio_fireAlexandre Soares
Especial para o Autos Segredos

O mercado de veículos brasileiro voltou a registrar queda durante o último mês. Segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), junho somou 250.655 emplacamentos, entre automóveis e comerciais leves, número que representa baixa de 9,81% em relação a maio e de 17,24% em comparação ao mesmo período de 2013. Há de se considerar que era previsível a ocorrência de alguma retração durante a Copa do Mundo, devido à redução de dias úteis provocadas durante feriados e paralizações em decorrência dos jogos. Ainda assim, a desaceleração que o setor enfrenta parece mais acentuada que o esperado: foi o pior resultado mensal dos últimos quatro anos.  Vale lembrar que os meses que antecederam o evento esportivo também foram negativos.

teste_VW_Gol_Rallye_24O automóvel mais vendido do país durante junho foi o Palio, que ultrapassou o Gol por uma diferença de quase 1.000 unidades. Entretanto, se considerado o resultado acumulado do ano, o hatch da Volkswagen mantém vantagem confortável sobre o rival da Fiat. O Onix se manteve na terceira posição, seguido pelo Fiesta, que também ficou estável em comparação ao mês passado. O HB20 subiu uma colocação e terminou o mês em quinto. Considerando, de agora em diante, apenas o segmento de compactos, Uno, Fox/CrossFox, Sandero e up! seguem na ordem. Destes, o único a apresentar grande variação foi o modelo da Renault, que em maio estava no quinto lugar geral. Contudo, essa queda é justificável devido à adequação dos estoques para a chegada da nova geração. Mais atrás, vem o veterano Celta.

O Siena continua líder entre os sedãs compactos e ainda foi o sexto automóvel mais vendido do país em junho. O Prisma ultrapassou o Voyage e reassumiu a segunda posição na categoria. O Chevrolet está na frente do Volkswagen não apenas durante o mês, mas também na soma do volume acumulado durante o ano. HB20S, Classic, Logan, Cobalt e Etios seguem na ordem.

ford-focus-III-hatch

Entre os hatches médios, o Focus, que vinha alternando a liderança com o Cruze durante os meses passados, retomou a primeira posição, enquanto o rival da Chevrolet ficou em terceiro. A vantagem no resultado acumulado é do Ford. Entre os dois, veio o Volkswagen Golf, e atrás dos três, o Peugeot 308.

O Corolla, que ultrapassou o Civic no mês passado, voltou a ficar em vantagem em junho. Será que ele se estabelecerá como líder do segmento?  No resultado acumulado, o Honda está em vantagem… O terceiro lugar, como é de praxe, ficou com o Cruze. O Sentra sofreu uma queda: continua na quarta colocação, porém separado do rival da Chevrolet por expressivas (e exatas) 600 unidades. C4 Lounge, Jetta, Focus e Fluence vêm nas respectivas posições seguintes, bem próximos uns dos outros.

mais_vendidos_junho_brasil

A Weekend (que abandonou o nome Palio na linha 2015) e a SpaceFox seguem como as únicas representantes do segmento de peruas  (com exceção dos modelos de luxo), que está seriamente ameaçado de extinção no Brasil. O modelo da Fiat voltou a ficar na frente da rival alemã.

Novo Honda Fit

O segmento dos monovolumes voltou a ser liderado pelo Fit, que mostra fôlego renovado com a chegada da nova geração. A segunda colocada, mais uma vez, foi a Spin. A Idea permanece na terceira posição e, bastante atrás das três primeiras, encontram-se C3 Picasso/Aircross e Livina.

Entre os crossovers, o primeiro lugar mais uma vez ficou com o EcoSport, mas a vantagem em relação ao vice Duster diminuiu para pouco menos de 100 exemplares. No resultado acumulado, entretanto, o Ford se mantém à frente do Renault por uma margem mais confortável. Ainda demonstrando vitalidade, o antiquado Hyundai Tucson completa o pódio. Ix35, Tracker e Pajero ficaram com as respectivas posições seguintes.

Na categoria que parece ser a menos suscetível a mudanças de colocações, a Strada permanece liderando por ampla margem, separada da segunda colocada Saveiro por milhares de unidades. A Montana, por sua vez, vê as duas concorrentes de longe.

teste_chevrolet_s10_26Tampouco houve mudanças entre as picapes grandes mais vendidas do país. A S10 lidera, a Hilux é vice e a Ranger e a Ranger fecha o pódio. Atrás delas, seguem na ordem L200, Amarok e Frontier.

No ranking de marcas, a Fiat abocanhou a liderança novamente. A Volkswagen se manteve na segunda posição, seguida pela Chevrolet e, mais atrás, pela Ford. A novidade ficou por conta da Hyundai, que retomou a quinta posição da Renault, deixando-a no sexto lugar. As duas marcas têm protagonizado, desde o início do ano, uma briga acirrada pelo mercado brasileiro, alternando suas colocações mês a mês. As chinesas Chery e JAC, que no ano passado chegaram a ocupar o meio da tabela, estão amargando um ano ruim e continuam atrás das marcas premium.

FIAT 51.215 20,43%
VW 45.778 18,23%
GM 43.353 17,30%
FORD 21.928 8,75%
HYUNDAI 19.189 7,66%
RENAULT 17.644 7,04%
TOYOTA 14.433 5,76%
HONDA 10.402 4,15%
NISSAN 5.609 2,24%
10º MITSUBISHI 4.432 1,77%
11º CITROEN 4.342 1,73%
12º PEUGEOT 2.944 1,17%
13º KIA 1.710 0,68%
14º AUDI 1.102 0,44%
15º BMW 1.093 0,44%
16º MERCEDES-BENZ 1.053 0,42%
17º LAND ROVER 924 0,37%
18º JAC 567 0,23%
19º CHERY 465 0,19%
20º SUZUKI 422 0,17%

Fotos | Fiat/Divulgação, Honda/Divulgação, Ford/Divulgação e Marlos Ney Vidal/Autos Segredos (Chevrolet S10 e Volkswagen Gol)