O mercado automotivo começou 2012 com muitas novidades. A maior delas foi protagonizada pela Chevrolet, que assumiu a ponta do ranking das marcas mais vendidas, após incontáveis meses na terceira colocação. A Fiat foi vice, seguida por Volkswagen, Ford e Renault. Na sexta posição, outra surpresa: a Nissan, que atravessa um período de franco crescimento no Brasil. Os números da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) apontam alta de 9,81% em relação ao mesmo período de 2011: foram 252.697 unidades comercializadas, contra 230.129 em janeiro do ano passado.

No ranking de automóveis, nada de novidades: o Gol conquistou outro mês de liderança, à frente de Uno e Celta, respectivamente. O Palio manteve a quarta colocação, tomada do Fox em dezembro. O modelo da Fiat parece ter recuperado a competitividade após a chegada da segunda geração. O segmento de hatches compactos segue com Fiesta, Sandero, Agile e Ka nas respectivas posições seguintes.

A categoria de sedãs populares continua com Corsa Classic e Voyage ocupando as duas primeiras posições. A novidade é o Cobalt, um fenômeno que logo nos primeiros meses de vida já se tornou terceiro modelo mais vendido do segmento e o nono do ranking geral. O Siena caiu para a quarta colocação, prejudicado, em parte, pela proximidade da chegada da nova geração. O Prisma continua em quinto, mas o Fiesta ultrapassou o Logan e fechou o mês com o sexto lugar.

O Corolla continua na ponta isolada da categoria dos sedãs médios, enquanto o Cruze parece ter se consolidado na vice-liderança. Jetta e Fluence ficaram com as colocações seguintes. O Civic foi o quinto, resultado que não é ruim quando se considera que a nova geração só esteve à venda na segunda quinzena do mês.

Entre os hatches médios, o Hyundai i30 continua na liderança, seguido pelo rival Ford Focus. O Volkswagen Golf ficou novamente na terceira posição, enquanto Nissan Tiida e Citroën C4 ultrapassaram o Bravo. Será que o Fiat se recuperará nos meses seguintes?

A Palio Weekend voltou a liderar o segmento das peruas. A rival SpaceFox ficou na segunda colocação, por uma diferença de 172 unidades. Contudo, se as vendas da SpaceCross fossem computadas juntas, o modelo da Volkswagen assumiria a ponta. A Renault Megáne Grand Tour fechou o mês com o terceiro posto, mais atrás.

Em relação aos últimos meses, o ranking de picapes compactas não apresentou mudanças: Strada, Saveiro e Montana ocupam as três primeiras posições, na ordem. A novidade ficou por conta do segmento de caminhonetes grandes, pois a Hilux ultrapassou a S10 e ficou com a liderança em janeiro. Vale lembrar que o modelo da Chevrolet está em fim de carreira e será substituído por uma nova geração ainda este mês. A L200 segue no terceiro lugar do pódio.

Situação surpreendente ocorreu entre os SUVs. O EcoSport trava uma disputa acirrada com o Duster desde que o segundo foi lançado. O primeiro chegou a ser ultrapassado nos últimos meses de 2011, mas conseguiu fechar janeiro frente do rival, por uma diferença de 132 unidades. Ocorre que a liderança do segmento ficou com outro veículo: o maior e mais caro Honda CR-V, que apesar de também estar na iminência de ser substituído por uma nova geração, emplacou 147 exemplares a mais que o representante da Ford.

GM 52.850 20,91%
FIAT 51.902 20,54%
VW 51.058 20,21%
FORD 22.204 8,79%
RENAULT 16.616 6,58%
NISSAN 8.387 3,32%
TOYOTA 7.719 3,05%
HYUNDAI 7.635 3,02%
HONDA 6.067 2,40%
10º CITROEN 5.873 2,32%
11º PEUGEOT 5.324 2,11%
12º MITSUBISHI 3.983 1,58%
13º KIA 2.848 1,13%
14º CHERY 1.658 0,66%
15º JAC 1.465 0,58%
16º HAFEI 1.034 0,41%
17º LAND ROVER 940 0,37%
18º MERCEDES-BENZ 797 0,32%
19º BMW 775 0,31%
20º SUZUKI 531 0,21%

Entre as marcas importadas, duas conseguiram desempenho expressivo. Uma delas foi a Chery, que ultrapassou a conterrânea JAC Motors. A outra foi a britânica Land Rover, que deixou as alemãs BMW e Mercedes-Benz para trás e subiu duas posições no ranking.

Fotos | Chevrolet, Nissan e Toyota/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter