Dos cinco modelos mais antigos em produção no Brasil, a Fiat tem quatro representantes
e a Volkswagen um modelo, com dez anos de fabricação a SpaceFox não entrou na lista

Atualmente, o mercado brasileiro conta com cinco modelos que estão em produção há mais de dez anos. Com uma linha mais antiga, a Fiat é a campeã, com quatro modelos, Volkswagen entra na lista com um carro. Para manter seus modelos em linha, fabricantes abusam das reestilizações, alguns já tiveram até cinco retoques visuais. A lista poderia ser maior, mas, alguns dos veteranos como Chevrolet Classic, Fiat Siena e Renault Clio deixaram de ser produzidos este ano.

Modelo chegou ao mercado em 1996 com status de carro mundial

Lançado em 1996, o Fiat Palio é o modelo mais antigo em produção no mercado brasileiro. Apesar de ter ganhado uma nova geração em 2011, a antiga segue em produção. Atualmente, o compacto derivado da primeira geração, é comercializado somente para frotistas nas versões Fire e Way equipadas com motor 1.0 Fire.

Em 2014 a versão Fire ganhou nova grade dianteira

Ao longo de seus 20 anos de produção, o Palio passou por mudanças visuais em 2001, 2003, 2007 e 2009. Porém, as linhas da reestilização de 2007 não agradaram, e, as versões Fire ostentam o mesmo visual da segunda reestilização de 2003. De lá para cá, o veterano modelo ganhou alguns pequenos retoques nos para-choques. Em 2014, o interior derivado da primeiro geração foi atualizado por uma versão “modernizada” do que estreou em 2003. Durante seus anos de produção o Palio teve várias versões com destaque para a versão 1.8R que chegou ao mercado em 2006 e seguiu em produção até 2011.

Fiat Palio Weekend chegou ao mercado em 1997

Derivada da primeira geração do compacto, a Fiat Palio Weekend chegou ao mercado em 1997. Hoje, vendida nas versões Attractive com motor 1.4 Fire e Adventure com propulsor 1.8 E.torQ, a perua é chamada somente de Weekend. O modelo passou por mudanças visuais em 2001, 2004, 2007 e 2012. O visual atual é fruto da última reestilização de 2012.

A perua já foi equipada com motores 1.0, 1.3 8v, 1.3 16v, 1.4, 1.5, 1.6 8v, 1.8 8v, 1.6 16v e 1.8 16v. Em 2007, a Palio Weekend passou por sua mudança visual  mais profunda, ganhando novas lanternas traseiras, novas estampagens das portas e novos faróis. Com exceção do novo para-choque de 2012, a versão atual conta praticamente com o mesmo desenho de 2007.

Chamada de Weekend, a versão atual ostenta desenho de 2012

Em 1999, a Palio Weekend estreou a versão Adventure que contava com visual mais off-road, suspensão elevada e o famigerado quebra-mato.

Em 2007, um dos destaques mecânicos da perua foi a chegada do sistema Locker, de bloqueio de diferencial, quando foi lançado o sistema era item de série nas versões Adventure, hoje a tecnologia é ofertada como item opcional.

Lançada em 1998, a Fiat Strada é líder de seu segmento desde então

Sucesso de vendas, a Fiat Strada foi lançada em 1998, já como linha 1999. Desde então, a picape é líder no segmento de picapes compactas. O modelo também é o comercial leve mais vendido nos últimos anos. Quando chegou ao mercado, a Strada inovou com cabine estendida no segmento dos modelos compactos.

Ao longo de seus dezoito anos de produção, a Strada passou por reformas visuais em 2002, 2004, 2007, 2012 e 2013. As mudanças sempre se concentravam na dianteira. Nas duas primeiras mudanças, as lanternas traseiras se mantiveram com o mesmo formato, na mudança de 2007, a peça ganhou um complemento na tampa da caçamba, As lanternas só mudaram de fato, na reestilização de 2013. Aliás, nas quatro primeiras alterações visuais, a lateral da picape permaneceu sem mudanças. A picape só recebeu em 2013, as linhas laterais que estrearam nos irmãos (Palio, Siena e Palio Weekend) em 2007.

Em 2009, a Fiat inovou mais uma vez e lançou a Strada com cabine dupla, com capacidade para quatro ocupantes.

Na linha 2014, o modelo cabine dupla ganhou a terceira porta do lado direito

As maiores mudanças da Strada ocorreram na linha 2014, lançada em 2013. Nela, a picape ganhou uma caçamba mais alta, novas laterais, nova tampa traseira e laterais reformuladas. Mas, a grande vedete da linha foi a adoção da terceira porta do lado direito, para facilitar o acesso dos ocupantes.

Atualmente, a picape é vendida nas opções de cabine simples, estendida e dupla na versão Working sempre equipada com motor 1.4 Fire e na topo de linha Adventure nas opções de cabine simples e dupla, equipadas com o motor 1.8 E.torQ.

Fiat Doblò foi lançado no Brasil em 2002

Dos quatro modelos da Fiat mais antigos, o Doblò já tem quatorze anos de produção. Lançado em 2002, o multiuso ficou até 2010 sem nenhuma alteração visual. A exceção foi a troca da tampa do porta-malas que foi trocada em 2003 pelas portas de abertura dupla.

A única mudança visual do Doblò foi realizada em 2010

Em 2003, o modelo ganhou a versão Adventure, que até hoje é uma das versões mais vendidas. Desde seu lançamento o modelo foi equipado com motores 1.3 8v, 1.3 16v, 1.4 8v, 1.6 16v e 1.8 8v.

Ainda vendido na primeira geração no Brasil, o modelo foi reestilizado em 2010. O Doblò nacional está duas gerações atrás do modelo europeu.

O Doblò é comercializado nas versões Essence, de cinco e sete lugares e na topo de linha Adventure, ambas equipadas com motor 1.8 E.torQ.

Fruto do Projeto Tupi, o VW Fox chegou ao mercado em 2003

O Fox chegou ao mercado em 2003, já como linha 2004. Inicialmente, o Fox foi lançado com carroceria de duas portas. A opção de quatro portas estreou em 2004. Em 2005, o modelo ganhou a versão aventureira CrossFox. O compacto chegou ao mercado com motores 1.0 8v e 1.6 8v. Sem mudanças visuais até 2010, o Fox ganhou algumas versões e séries especiais como Sunrise e Route. Em seus treze anos de mercado, o Fox  foi reestilizado em 2010 e 2014.

A primeira reestilização só aconteceu em 2010

Em 2010, o Fox passou sua primeira mudança visual. As alterações mais visíveis foram na dianteira que ganhou novos faróis, capô, para-choque e para-lamas. No interior, a reformulação foi completa, no qual forros de portas e painel foram substituídos.

Ainda ostentando o visual de 2010, o Fox ganhou o motor 1.0 de três cilindros que equipava a versão BlueMotion. Nesse período, o compacto foi comercializado com motores 1.0 8v, 1.0 12v e o 1.6 8v.

Mudança visual de 2014 marcou a chegada do novo motor 1.6 16v MSI

Em 2014, o compacto passou por sua segunda mudança visual. Nela, as lanternas traseiras mudaram e passaram a invadir a nova tampa do porta-malas. Na dianteira, o Fox ganhou linhas inspiradas na sétima geração do Golf. Juntamente, com a reestilização o modelo ganhou também o novo motor 1.6 16v MSI que equipava versão topo de linha Highline e a aventureira CrossFox.

As lanternas traseiras mudaram de formato somente na mudança visual de 2014

De 2014 a 2015, o Fox foi equipado com motores 1.0 8V, 1.0 12v, 1.6 8v e 1.6 16v. Na linha 2016, o motor 1.0 8v deu adeus ao mercado e todas as versões 1.o passaram a ser equipadas com motor 1.0 de três cilindros.

Atualmente, o motor 1.6 16v ainda é exclusivo das versões Highline, Peper e a aventureira CrossFox. Além delas, o compacto é vendido nas versões Trendline 1.0 12v e 1.6 8v, Comfortline 1.0 12v e 1.6 8v, Run 1.6 8v e na Track 1.0 12v.

[photomosaic]

Fotos | Fiat/Divulgação e Volkswagen/Divulgação