2012 Hyundai VelosterO Hyundai Veloster não resistiu ao tempo e aos fatos. Traído pelo próprio sucesso na época de seu lançamento no Brasil, em 2011, o “carro de três portas” teve suas importações paralisadas. Segundo Antônio Maciel Neto, presidente da Hyundai-CAOA, a decisão se dei pela grande oscilação nas vendas do modelo. Não é exagero: das primeiras posições do segmento, passou a ser coadjuvante e amarga vendas pouco animadoras com unidades em estoque sendo oferecidas com desconto.

2012 Hyundai VelosterA queda nas vendas se deu depois que o mercado descobriu que, apesar do visual empolgante, o motor 1.6 16V que o equipa não convence da mesma forma quem assume o volante. Apesar dos 140 cv declarados, o motor é o mesmo do HB20, e gera, na verdade, cerca de 128 cv. Os 140 cavalos são gerados pela versão deste mesmo motor com injeção direta, que nunca chegou a ser oferecida em território brasileiro, mas hoje é cogitado, assim como a versão Turbo, com 208 cavalos de potência e 27,6 kgfm de torque.

Verdade seja dita: com o hatch i30 recebendo motor 1.8 de 150 cv, o Veloster perde sua razão de existir. A CAOA garante que logo o Veloster voltará a ser importado, mas é certo que retornará com mecânica revista.autowp.ru_hyundai_sonata_za-spec_1A situação do Sonata é pior. O sedã chegou a ter suas importações paralisadas entre 2012 e 2013, e quando retomadas o preço terminou o colocando numa saia justa. Ocorre, segundo a importadora, uma certa canibalização agora que o Elantra tem motor 2.0 e custa mais de R$ 90.000,  e o Azera 3.0 não está tão distante por R$ 124,000. Há pouco espaço para o Sonata, que custa R$ 107.000. Se bem que o erro parece estar no preço do Elantra…

Fotos | Hyundai/Divulgação