Quando o Autos Segredos publicou a notícia sobre a inauguração da fábrica da Honda em Campana, na Argentina (veja aqui), algumas pessoas perguntaram sobre o capacidade industrial da nova unidade. Afinal, a planta localizada no país vizinho teria uma produção anual de 30 mil automóveis, muito pouco para abastecer vários países da América do Sul. Agora, a marca japonesa finalmente explicou a questão: as linhas de montagem brasileiras, em Sumaré, SP continuarão fornecendo o sedã para o mercado local.

Contudo, alguns sites, entre os quais o Argentina Autoblog, informaram que a produção do City será totalmente transferida para a planta de Campana, em um processo gradual. Enquanto a fabricação na unidade paulista diminuiria aos poucos, a escala industrial na filial hermana cresceria em ritmo inversamente proporcional. O motivo seria a necessidade de abrir espaço para nova geração do Civic, que será lançada em 2012. Os veículos produzidos nos dois países são idênticos.

Fonte | Auto Esporte

Foto | Honda/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter