A  fábrica de Betim, MG não é mais a única a fornecer o novo Palio. A planta de Ferreyra, em Córdoba, na Argentina, iniciou a produção do modelo nesta semana. Por enquanto, as instalações operam ao ritmo de 200 veículos ao dia, mas a meta da Fiat é chegar a 500 unidades diárias e fechar 2012 com um total de 60 mil exemplares manufaturados.

De acordo com a marca, apenas 10% da produção será absorvida pelo mercado argentino. O restante, nada menos que 90%, terá como destino a exportação a outros países, inclusive ao Brasil, mas tal estimativa não será atingida de imediato. Por enquanto, somente unidades equipadas com motor 1.4 Evo estão saindo das linhas de montagem de Ferreyra. A fabricação das versões 1.0 Flex e 1.4 Flex, que virão para cá, será iniciada em breve.

Na linha Palio, apenas veículos equipados com motores Fire terão nacionalidade Argentina. Os exemplares dotados de propulsores E.torQ continuarão sendo produzidos exclusivamente em Betim. Os veículos destinados ao Brasil serão idênticos aos similares produzidos aqui.

Foto | Fiat/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter