chama_idea_linea_bravoOficialmente a Fiat não confirma, mas, no último dia 17 de junho os modelos Bravo, Idea e Linea deixaram de ser fabricados no Brasil. Os modelos ainda figuram no site oficial do fabricante, por conta dos estoques disponíveis. Nossa reportagem apurou que os chefes de produção confirmaram o fim da produção aos seus subordinados.

Além da baixa participação no mercado nacional, a saída dos três modelos serve para abrir espaço para a renovação das linhas de produção de Betim (MG) para a produção do hatch do Projeto X6H.

idea_essence_my2014_001(1)Fiat Idea

Dos três modelos, o Idea era o mais antigo em produção. O monovolume tinha onze anos de mercado. Lançado em 2005, o Idea passou por sua primeira mudança visual em 2010. Já em 2013 ganhou retoques na grade dianteira e no painel. O Idea ganhou em 2006 a versão Adventure. Em 2014, o modelo ganhou a série especial Sublime e no fim de 2015 a versão aventureira ganhou o pacote Extreme.

Desde seu lançamento em 2005 até o fechamento das vendas em junho 2016, o Idea teve 248.860 unidades comercializadas de acordo com dados da Fenabrave.

O Idea era vendido atualmente nas versões Attractive 1.4 Flex, Essence 1.6 16V Flex e na Adventure 1.8 16V Flex.

Número de vendas do Idea no Brasil:

2005 – 8.697
2006 – 26.696
2007 – 30.350
2008 – 27.003
2009 – 27.648
2010 – 25.826
2011 – 26.051
2012 – 26.242
2013 –  23.450
2014 – 16.775
2015 – 8.234
2016 – 1.888

Total: 248.860

Fiat_linea_2016_3Fiat Linea

O Fiat Linea chegou ao mercado no fim de 2008 com duas opções de motor: 1.9 16V Flex e 1.4 16V T-Jet. Em 2010 o sedã passou a ser equipado com o motor 1.8 E.torQ. Os câmbios eram o manual de cinco velocidades e o automatizado Dualogic para as versões 1.9 e 1.8 e manual de cinco marchas para a versão 1.4. Depois de quatro anos sendo comercializado a versão esportiva 1.4 T-Jet deixou de ser comercializada em 2012. Em 2014 o sedã passou por sua primeira mudança visual ganhando retoques na dianteira, traseira e novo interior. Até o fim de sua produção o sedã seguiu sem novidades. A última novidade do modelo chegou ao mercado em dezembro de 2015 com o pacote BlackMotion disponível para versão Essence. De acordo com dados da Fenabrave o Linea teve 68.561 unidades comercializadas de 2008 até junho de 2016.

Até o encerramento de sua produção o sedã era vendido nas versões Essence e Absolute.

Número de vendas do Linea no Brasil:

2008 – 1.628
2009 – 14.658
2010 – 12.081
2011 –  12.257
2012 –  8.330
2013 – 7.531
2014 –  6.749
2015 – 4.379
2016 (junho) –  948

Total: 68.561

fiat_bravo_t-jet_1Fiat Bravo

O hatch médio da Fiat chegou ao mercado em dezembro de 2010. O modelo chegou ao mercado nas versões Essence e Absolute equipadas com motor 1.8 E.torQ com opções de câmbio manual de cinco velocidades e o automatizado Dualogic. Além das opções com motorização 1.8, o modelo era vendido na versão esportiva T-Jet comercializada com o motor 1.4 16V Turbo e câmbio manual de seis velocidades. De 2011 até maio deste ano, o hatch teve 40.019 unidades comercializadas.

A última tentativa da marca para aumentar as vendas do modelo foi a reestilização que chegou ao mercado no começo de 2015. Na época a estimativa do fabricante era que as vendas do hatch tivessem um aumento de 20%, entretanto, comparando-se com os números de 2014 as vendas do Bravo caíram em 2015 mais de 50%. Neste ano de 2016 até o fechamento de maio o hatch emplacou apenas 1.390 modelos.

Na linha 2016, o Bravo era comercializado nas versões Essence, Sporting e BlackMotion sempre equipadas com motor 1.8 E.torQ. Os câmbios disponíveis eram o manual de cinco velocades e o automatizado Dualogic.Já a versão esportiva T-Jet era equipado com o motor. 14 16V Turbo e câmbio manual de seis velocidades.

Número de vendas do Bravo no Brasil:

2010 – (** *)
2011 –  11.819
2012 – 10.519
2013 – 9.060
2014 – 4.436
2015 – 2.795
2016 (maio) –  1.390

Total: 40.019

(***) Sem números oficiais da Fenabrave.

Fotos | Fiat/Divulgação