O lançamento do Fiat Bravo Sporting no Brasil demonstra que, apesar de ele não ter se destacado nas vendas em pouco mais de um ano e meio de mercado, a Fiat ainda aposta no hatch médio. A estratégia da nova versão é conquistar um público que não quer ou não pode pagar os R$ 66.280 da versão T-Jet, mas busca um carro com aspecto esportivo. E ela termina sendo interessante.


Se seguir a receita de equipar um Bravo Essence (R$ 53.140) com opcionais como rodas de aro 17” (seriam as mesmas que eram usadas no Absolute) e teto-solar Sky Dome o valor sobe para R$ 59.693, o Sporting já traz eles de série, ainda agrega grade dianteira com moldura vermelha, aerofólio, saias laterais, adesivos nas colunas e suspensão 25 mm mais baixa, e custa menos: R$ 58.140, ou R$ 60.600 com câmbio Dualogic.

Ele só estará disponível em cores lisas. O Preto Vulcano e Branco Banchisa, além do Vermelho Modena e Amarelo Indianápolis, que só eram disponibilizadas para o Bravo T-Jet.

O Fiat Bravo Sporting 2013 é equipado com o motor 1.8 16V E.torQ de 132cv (5.250rpm) e 18,9 Kgfm de torque com etanol, e pode ser acoplado a um câmbio mecânico ou com o “novo” automatizado Dualogic Plus, que possui compotamento mais próximo do de uma caixa automática. Com esta motorização o Bravo atinge a velocidade máxima de 191km/h (gasolina) e 193km/h (etanol), e vai de 0 a 100km/h em 10,3 s com gasolina e 9,9 s com etanol.

Galeria


Fotos | Anônimo/Especial para o Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter