Se o objetivo do aumento do IPI em 30 pontos percentuais para veículos importados era para estimular a instalação de novas fábricas no Brasil, o efeito parece estár s contrário. A BMW não gostou da queda em suas vendas no mercado nacional nos dois primeiros meses deste ano, e isso poderá resultar no cancelamento de seus planos para instalar uma fábrica no país.

“Não iremos ao Brasil para termos prejuízo”, disse diretor de produção da BMW, Frank-Peter Arndt, a jornalistas durante reunião anual do grupo. Segundo fontes ligadas à agência Reuters, Arndt estaria preocupado com as vendas. Se em 2011 a BMW emplacou 12.074 unidades, com alta de 42% sobre 2010, as 513 unidades em janeiro e fevereiro não animam a ninguém.

A BMW vinha negociando com cidades de São Paulo e Santa Catarina para a instalação de sua linha de montagem, e a decisão seria dada este mês. Agora o futuro deste investimento segue indefinido.

Fonte | Reuters

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter