Dodge Challenger Hellcat
Foto | Dodge/Divulgação

O Challenger SRT Demon entrou para a história como o Dodge mais poderoso de todos os tempos, com seus 852 cv e 106 mkgf de torque. No entanto, quem comprou, comprou! Pois ele já saiu de linha. Mas quem não comprou, não precisa ficar triste. Isso porque a Dodge lançou a linha 2019 do cupê tem como principal novidade a versão Hellcat Redeye.

Dodge Challenger Hellcat
Foto | Dodge/Divulgação

Motor

A nova versão passa a contar com os ajustes do Demon, como a inclusão do imenso compressor mecânico de 2.7 litros, peças móveis de maior resistência e ajuste no sistema de injeção de combustível. Assim, o novo Hellcat passa a entregar 808 cv e 96,7 mkgf de torque de V8 6.2.

Dodge Challenger Hellcat
Foto | Dodge/Divulgação

São quase 100 cv a mais que a versão original. E apesar de um pouco “mais fraco” que o Demon, ele foi um carro desenvolvido totalmente para uso urbano. Quem não se lembra o Demon era um carro projetado para disputas de quarto de milha, e vinha com um kit de competição que incluía um par de pneus de banda estreita para reduzir o atrito das rodas dianteiras com o asfalto para não comprometer a aceleração.

Dodge Challenger Hellcat
Foto | Dodge/Divulgação

Desempenho

Os números de desempenho do novo Challenger são surpreendentes e prometem massacrar rivais como Mustang Shelby GT350 e Camaro ZL1. Sua aceleração de 0 a 100 km/h é de 3,4 segundos e atinge máxima de 326 km/h. Números que fazem inveja até nos “primos” italianos da Ferrari.

Dodge Challenger Hellcat
Foto | Dodge/Divulgação

Visual

Visualmente o Challenger Hellcat Redeye ganhou novo capô, duas largas tomadas de ar, para-lamas alargados, mas de resto segue com as mesmas linhas presentes desde 2008. Definitivamente, ele não é o mais potente da história, mas também não é vergonha nenhuma ser o segundo mais potente. Afinal, são 808 cv!