A Chevrolet está passando por uma situação contraditória no Brasil. A partir do dia 18, será implantado um terceiro turno de trabalho na fábrica de São José dos Campos, SP, para aumentar a produção da S10. Por outro lado, a mesma planta passa por um plano de demissão voluntária, para reduzir a mão de obra, que permanecerá em vigor até o próximo dia 15.

O novo turno foi aberto devido à grande demanda pela S10. Com a chegada da nova geração, as vendas mensais pularam de uma média de 4,6 mil unidades para nada menos que 6.800 em maio, o que fez com que os funcionários tivessem que cumprir horas extras. Segundo a Chevrolet, não serão abertos novos postos de trabalho, pois empregados de outros setores passarão por remanejamentos.

A proposta de implementar o terceiro turno de produção partiu do sindicato dos metalúrgicos, que é contrário ao plano de demissão voluntária. A Chevrolet não informou a meta de demissões que pretende alcançar.

Foto | Chevrolet/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter