A chinesa Brilliance já deveria ter dado as caras no Brasil. A marca chegou a montar um stand na última edição do Salão do Automóvel de São Paulo e, naquela ocasião, anunciou que as operações no país seriam iniciadas no primeiro semestre deste ano. A previsão inicial não foi cumprida e o desembarque foi remarcado para setembro. Agora, quase em novembro, o site Carsale publicou que a empresa não chegará mais em 2011.

A informação teria sido confirmada pela assessoria de imprensa da CN Auto, importadora que representaria o fabricante no país. O primeiro veículo que a Brilliance comercializaria no país seria o hatch FRV, nas versões GL e Cross. O sedã da linha, denominado FSV, chegaria depois. A CN Auto informou mantém a intenção de vender os modelos da Brilliance no país e que a estreia poderá ocorrer em 2012, mas ainda não há data definida.

O novo adiamento, como já era de se esperar, foi causado pelo aumento do IPI para automóveis importados. Suspenso pelo Supremo Tribunal Federal, a alta na alíquota deverá entrar em vigor na segunda quinzena de dezembro. Os preços, antes da elevação tributária, ficariam entre R$ 45 mil e R$ 55 mil.

Foto | Brilliance/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter