A Volkswagen já confirmou a produção do Golf VII na planta de Puebla, no México (veja aqui) mas não revelou detalhe algum sobre versões e motorizações. Nesta quinta-feira, porém, uma notícia publicada pela agência Automotive News dá uma pista sobre o mistério que ainda cerca o modelo: a configuração esportiva GTI também poderá sair das linhas de montagem latinas, para suprir a demanda dos Estados Unidos.

O Golf GTI geração VII é conhecido apenas em forma de conceito. A versão de produção será apresentada ao mundo em março, durante o Salão do Automóvel de Genebra. O motor é o conhecido 2.0 TSI, cuja potência pode variar de 217 cv a 227 cv, se o comprador optar por um pacote extra, que também inclui outros itens. A configuração mais esportiva da linha, denominada R, será fabricada somente na Alemanha.

A agência também revelou algumas informações gerais sobre o Golf para o mercado norte-americano. Por lá, o hatch terá preços a partir de US$ 18.890,valor que equivale a cerca de R$ 35.900. Porém, é possível que as versões de entrada sejam desprovidas de alguns itens, como a suspensão traseira independente do tipo multibraço. Vale lembrar que a Volkswagen adota estratégia semelhante com o Jetta, que adota eixo de torção na configuração básica.

Com a fabricação do Golf VII em Puebla, a Volkswagen espera reduzir os custos e se tornar mais competitiva nos Estados Unidos. A planta mexicana tem capacidade para produzir 600 mil veículos por ano e começará a fornecer o hatch para o continente americano a partir de 2014.

Ainda não existem informações sobre a chegada do GTI ao Brasil.  Contudo, uma vez produzido no México, o desembarque do esportivo por aqui tenderá a ganhar viabilidade. De lá, a marca de origem alemã já traz as linhas Jetta e Fusca, ambas equipadas com o motor TSI. Resta aguardar até que surjam mais pistas sobre os planos da Volkswagen.

Fonte | Quatro Rodas
Fotos | Volkswagen/Divulgação