Equipado com motor tricilíndrico de 1,0 litro sobrealimentado, o VW up! TSI foi o automóvel flexível em combustível com melhores, portanto menores, resultados de consumo energético do país, apresentando média consumo de 1,44 megajoules/km no uso dos combustíveis gasolina e etanol.

O up! TSI é o primeiro automóvel do mercado dotado de injeção direta de combustível, turbocompressor com interresfriador e capacidade para queimar tanto o derivado do petróleo, quanto o combustível vegetal a ter o motor produzido no Brasil.

O modelo possui 7 versões em venda, todas elas com classificação A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Em todas ele é equipado com uma caixa de câmbio manual de 5 velocidades e pode ser identificado pela tampa do porta-malas na cor preta e pela inscrição TSI no canto direito inferior desta.

A VW garante: ele consegue todo esse mérito sem abrir mão do conforto e da boa capacidade de rodagem. Mesmo equipado com sistema de ar-condicionado e assistência elétrica para a direção, os dados de consumo obtidos pela correção da norma NBR 7024, conforme Portaria Inmetro nº 10/2012, são de 13,8 km/l na cidade e 16,1 km/l na estrada, quando abastecido com gasolina misturada a 22% de etanol, conforme a comercializada no Brasil (E22). Quando abastecido com etanol puro (E100) os dados apontam 9,6 km/l em trecho urbano e 11,1 km/l no rodoviário. Esses números superam, inclusive, modelos concorrentes não equipados com estes itens de conforto.

Com dados de consumo assim, o up! TSI presenteia seu condutor com uma autonomia de até 800 km quando abastecido com gasolina, graças ao bom tanque de 50 litros e marchas bem escalonadas com relação final longa. Além de tudo, agrada aos amigos do verde, poluindo pouco, graças ao know-how da marca alemã que, desde 1976, investe em seu laboratório de emissões e motores de forma pesada.

Fotos| Volkswagen/Divulgação