Marlos Ney Vidal (*)
De Buenos Aires

Sem grandes surpresas para o Brasil, a Toyota mostrou no Salão de Buenos Aires o SUV C-HR e uma versão estilizada da picape Hilux. Além deles a marca, mostrou a minivan Innova que será vendida no mercado argentino. A novidade é que pela primeira vez a marca estuda a venda do Toyota C-HR no Brasil em sua versão híbrida.

C-HR

É a primeira vez que a versão de produção do Toyota C-HR é exposta na América do Sul. O conjunto mecânico é o mesmo Prius. Caso venha para o Brasil, o SUV será equipado com o motor 1.8 a combustão e outro elétrico. O propulsor a gasolina rende 98cv de potência e torque de 14,2kgfm. Já o propulsor elétrico tem potência de 72cv e torque de 16,6kgfm. Combinados chegam à potência máxima de 123 cavalos de potência. O câmbio é automático do tipo CVT com alavanca do tipo joystic.

Plataforma

O Toyota C-HR é menor que o RAV4 e é construído sobre a nova plataforma batizada pela marca de Toyota´s New Global Architecture (TNGA) já usada na nova geração do híbrido Prius.

Linhas

A versão de produção do SUV compacto herdou as linhas do modelo conceitual apresentado no Salão de Frankfurt do ano passado. A carroceria é cheia de curvas e vincos e de perfil o SUV parece um cupê. As janelas traseiras pequenas chamam a atenção, assim como a posição das maçanetas das portas traseira posicionadas no teto.

Toyota Hilux Limited

Outro produto que interessa ao Brasil presente na mostra argentina é a Limited da Hilux. Porém, no Brasil a série especial terá outro nome. No visual externo, a versão tem conta com algumas peças de acabamento pintadas em preto como as rodas, grade, molduras nos para-lamas, retrovisores e estribos laterais.

Ainda fazem parte da decoração adesivos alusivos a versão nas laterais da caçamba, para-choque traseiro pintado em preto, assim como o santantônio.

Motor

A série especial da picape será equipada com o motor 2.8 diesel que rende 177 cv a 3.400 rpm e torque de 45,9 kgfm estão disponíveis entre 1.600 e 2.400 rpm. Já a transmissão será automática de seis velocidades.

(*) O jornalista viajou à convite da Chevrolet.

Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos