O chamado envolve 5.547 unidades do Toyota Prius produzidas entre 13/10/2015 a 15/5/2018
Toyota Prius
Foto | Toyota/Divulgação

O Toyota Prius é chamado para recall por falha em chicote elétrico. Ao todo são 5.547 unidades afetadas pela grave falha que pode causar incêndio do automóvel. O agendamento do reparo já pode ser feito a partir de hoje (12/9) junto as revendas da marca e o atendimento começará a ser feito a partir do dia 1 de outubro de 2018.

Chassis

As unidades do Toyota Prius afetadas foram produzidas entre 13/10/15 e 15/5/18. Confira na imagem abaixo os números do chassis das modelos envolvidos:

Toyota Prius
Foto | Reprodução/Toyota

Riscos

De acordo com a Toyota, o Prius tem um chicote elétrico que está conectado à unidade de controle de potência do sistema híbrido. Foi detectado que pode acontecer que o chicote elétrico mantenha contato com a capa de proteção dele próprio e, se tal fato ocorrer, o atrito produzido entre ambas as peças causará o desgaste do isolamento do chicote com o risco de curto circuito que poderá causar incêndio no compartimento do motor do veículo.

Nestas situações, há riscos de danos materiais e lesões físicas graves ou até mesmo fatais ao condutor e demais ocupantes do veículo caso o incêndio se propague.

Solução

Para resolver o problema, a marca fará a instalação de um fita protetora mecânica resistente a atrito no chicote elétrico. Caso for constatado que o chicote não tenha reparo, a marca fará a substituição por um chicote novo devidamente guarnecido pela fita protetora retro mencionada.

Informações

Para mais informações, os clientes devem ligar entrar em contato com a rede concessionárias da marca ou fazer agendamento pelo site www.toyota.com.br/web-agenda. O tempo estimado para o reparo poderá variar de 1:30 hora a 6:00 horas a depender do reparo ou a necessidade de substituição do chicote elétrico.

Siga nossas redes sociais