No Brasil, a sigla GTi foi disseminada pela Volkswagen. Contudo, a marca germânica não é a única a utilizar as três letrinhas que se tornaram sinônimo de alto desempenho. A francesa Peugeot há anos denomina da mesma forma seus carros esportivos. Agora, segundo os jornalistas Gustavo Henrique Ruffo e Lucas Litvay, da Car and Driver, os consumidores locais poderão ter a oportunidade de conhecer de perto um dos representantes da linha mais potente do fabricante, pois o 308 GTi já estaria sendo preparado na unidade argentina de El Palomar.

O Hot Hatch da Peugeot deverá utilizar o mesmo bloco 1.6 THP que recentemente passou a equipar o 408 e que em breve será adotado pelo próprio 308. O propulsor, porém, passaria por um aumento de potência para entregar performance realmente esportiva. No sedã, a potência é de 165 cv. Segundo a Car and Driver, o GTi franco-argentino teria pelo menos 180 cv.

A Peugeot já comercializa o 308 GTi na Europa (fotos). Por lá, o modelo também é equipado com o motor 1.6 THP, mas calibrado para render nada menos que 200 cv de potência e 28 mkgf de torque. O câmbio é manual se deis marchas. A receita é finalizada com outros ingredientes comuns em versões esportivas, como aerofólio traseiro, rodas aro 18″, suspensão mais rígida e bancos dotados de generosos apoios laterais. Por aqui, deverá ser adotato conteúdo semelhante.

No último mês de outubro, o site argentino Mega Autos já havia publicado informações sobre a chegada do 308 GTi ao país vizinho. O modelo, contudo, seria importado da França, e não produzido localmente. Resta torcer para que a marca realmente tenha decidido dar nacionalidade latina ao modelo, o que não parece ser difícil do ponto de vista industrial.

Fotos | Peugeot/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter