Nissan_versa_7A nacionalização do Versa já era mais que esperada, mas ainda não tinha sido oficializada. Nesta segunda-feira, a Nissan confirmou em nota a produção do sedã na nova fábrica de Resende, no Rio de Janeiro, que está sendo construída e deverá entrar em operação no primeiro semestre de 2014.

De quebra, a Nissan anunciou ainda que pretende alcançar 5% de participação no mercado até o ano de 2016. Para cumprir com o objetivo,  estão previstas algumas medidas durante o período, como o lançamento de oito veículos inéditos, todos alinhados com produtos oferecidos, além do aumento a rede autorizada de 165 para 240 pontos.

Segundo a Nissan, o primeiro veículo a sair das linhas de montagem fluminenses será o March. O irmão Versa virá um pouco depois, no segundo semestre de 2014. Embora a marca ainda não tenha confirmado, a planta fluminense produzirá ainda o monovolume conhecido como Versa Note. Os três veículos utilizam a plataforma conhecida internamente como V.

A fábrica de Resende terá capacidade produtiva de 200 mil veículos por ano. Quando atingir esse patamar, 40 veículos sairão da linha de montagem a cada hora. A marca tem pressa para concluir as obras, uma vez que Versa e March são atualmente trazidos do México e tiveram os volumes de importação restritos pelo sistema de cotas para isenção fiscal.

Foto | Nissan/Divulgação