Novo Kia Picanto será uma das novidades da marca coreana para 2018

A Kia Motors do Brasil completa 25 anos de atividades no Brasil. A marca conta com 70 concessionários, que representam exatos 100 pontos de atendimento. Para marcar a data, o fabricante coreano levou seus concessionários para Montevidéu, no Uruguai para visitarem a linha de montagem do caminhão leve Bongo. Os concessionários também irão participar da convenção da Rede Autorizada que visa projetar o futuro próximo da marca para 2018.

Novos modelos

Para 2018, o fabricante planeja a chegada do novo Picanto, Rio nas carrocerias hatch e sedã Optima GDI e um novo SUV de pequeno porte que deverá ser o KX3.

“É muito importante e muito especial comemorarmos os 25 anos ininterruptos de atividades da Kia Motors do Brasil”, argumenta José Luiz Gandini, “mas é muito mais importante vislumbrar o futuro próximo, ou seja, a partir de 1º de janeiro de 2018, data em que teremos a paridade tributária com os carros aqui fabricados. Sem os 30 pontos percentuais, não tenho dúvidas de que a marca Kia volta a ter força, o suficiente para recuperar a Rede Autorizada de Concessionárias, duramente castigada nos últimos cinco anos, e também de atender aos consumidores brasileiros, que querem ter opção de escolha, para melhor. Os mercados fechados só prejudicam os consumidores”.

História

A Kia Motors do Brasil tem sua história dividida em três etapas.  m 30 de junho de 1992, quando foi constituída a empresa, e seu início de operações em janeiro de 1993, a Kia era uma marca desconhecida no cenário internacional, e muito particularmente no Brasil, onde começou com a comercialização o utilitário Besta e do Ceres. Depois foram agregados o K-3700 e o Sportage a Diesel. Os primeiros ensaios na área de automóveis chegaram com o Sephia e o Clarus, até a chegada do designer Peter Schreyer, em 2006, quando os primeiros produtos up-to-date passaram a compor o portifólio da Kia Motors.

A terceira fase foi caracterizada pelo boom de vendas e a consolidação da marca em 2011, ano em que comercializou 80 mil unidades no atacado (da distribuidora para a rede) e 77 mil unidades licenciadas ao consumidores finais.

400 mil unidades

Nos 25 anos de Brasil, a marca já comercializou mais de 400 mil unidades. O Grupo Gandini, representante oficial da marca sul-coreana, iniciou – em 2010 – a montagem do caminhão Bongo em Montevidéu, Uruguai, cuja produção majoritária de 95% é destinada ao mercado brasileiro.

Kia Rio Sedan também será uma aposta da marca para o mercado brasileiro

Fotos | Kia/Divulgação