Certamente uma das atrações do Salão de Detroit mais importantes para o Brasil é o novo Fusion. Ele teve que mudar algumas de suas características para se enquadra na estratégia de produtos globais “One Ford”. Isto, por exemplo, causou a retirada do motor 3.0 V6.

Em seu lugar chega um 2.0 EcoBoost de 237 cavalos que será, inclusive, a única versão que pode ter tração integral. Outras opção é o 1.6 EcoBoost de 179 cavalos, mas este não chegará aqui. O 2.5 aspirado de 173 cv foi mantido e desta vez chegará adaptado ao etanol, ou seja, será flex (como adiantamos há quase um ano), no final do ano, conforme antecipamos em fevereiro do ano passado (veja aqui), só erramos a geração já que a marca optou por deixar o motor flexível para a nova geração do modelo. Estes motores estão disponíveis com transmissões automática e manual, ambas de seis velocidade.A versão híbrida continua, agora em duas versões. O Fusion Hybrid passa a utilizar um 2.0 a gasolina de ciclo Atkinson (que preza pela eficiência ao invés da potência) e um propulsor elétrico. Com 185 cv de potência a disposição e câmbio automático CVT ele pode rodar até 100 quilômetros apenas em modo elétrico, e tem consumo médio de 18,7 km/l. Há ainda a nova versão Energi, cujas baterias podem ser recarregadas em tomada doméstica.

Mondeo na Europa

Bem antes do lançamento do Fusion, em 2005, o Mondeo fez as vezes de sedã topo de linha da Ford. Europeu, em sua nova geração ele será praticamente idêntico ao Fusion. O novo Mondeo será apresentado em Genebra, em março, mas suas primeiras imagens monstram que as diferenças se resumem a novos faróis, lanternas rodas e cores.Os motores também são outros. Entram em cena o motor 1.6 Ti-VCT com 125 cv, o 1.6 Ecoboost de 180 cv e o 2.0 Ecoboost de 240 cv. Um bloco diesel não pode faltar, e este, ainda não confirmado, será uma versão melhorada do 2.0 TDCI.

O detalhe é que, enquanto o Fusion chegará ao mercado americano em meados deste ano, o Mondeo está previsto para o final do primeiro semestre de 2013.

Fotos | Ford/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter