Oferecido para o Fiat Siena desde 2006, o sistema Tetrafuel poderá ser uma das armas do grupo Fiat para se adequar às futuras legislações de consumo e emissões nos Estados Unidos. Por lá, até 2025 as montadoras precisão ter consumo médio de combustível entre todos os modelos de 54,5 milhas por galão, algo em torno dos 23,4 km/l. O Tetrafuel pode ajudar Fiat e Chrysler a alcançar estes números.


“Temos caixa suficiente para investir nas tecnologias que serão necessárias para reduzir emissões no futuro. E também já temos muitas dessas tecnologias desenvolvidas, como o sistema Tetrafuel que você conhece melhor do que eu no Brasil.”, respondeu Sergio Marchinne, presidente dos grupos Fiat e Chrysler, ao jornalista Pedro Kutney, do Automotive Business, sobre como levantaria recursos para investir no desenvolvimento de novas tecnologias.

O sistema Tetrafuel foi desenvolvido no Brasil pela Magneti Marelli, e se trata de um sistema multicombustível que permite o uso com gás natural, 100% de gasolina, 100% de etanol ou uma mistura dos dois últimos em qualquer proporção, tudo gerenciado por uma única central eletrônica que gerencia a injeção e interpreta qual o melhor combustível para mo momento. O GNV pode ser até 25% mais eficiente que a gasolina.

Fonte | Automotive Business
Fotos | Fiat/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter