A Fiat começou 2012 adquirindo mais uma parcela da Chrysler. Ontem, a marca italiana comprou mais 5% dos papéis da parceira norte-americana, atingindo 58,5% de participação acionária. O negócio pôde ser fechado porque a Fiat cumpriu algumas medidas estabelecidas em um acordo com o governo estadunidense, referentes ao lançamento de veículos mais econômicos e menos poluentes. Um dos responsáveis pelo respeito às determinações foi o compacto 500.


Se continuar atingindo as metas estipuladas pelo governo, a Fiat terá direito de comprar papéis da Chrysler que estão nas mãos do UAW, United Auto Workers (sindicato de operários da indústria automobilística), o que elevaria sua participação para mais de 70%. O negócio deverá ocorrer entre julho de 2012 e dezembro de 2016.

Foto | Fiat/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter