Acabou o mistério: Fiat Argo é o nome do hatch X6H. O modelo será apresentado em maio, com as vendas começando em junho. O modelo matará Palio e Punto, que, inclusive, deixou de ser produzido em janeiro.

 

Versões e motores

O Fiat Argo será vendido nas versões 1.0 Drive, 1.3 Drive, 1.8 Essence e 1.8 Sporting. O motor 1.0 FireFly rende potência de 72 cv e torque de 10,4 kgfm (gasolina) e 77 cv e 10,9 kgfm (etanol), nessa opção o câmbio será o manual de cinco velocidades.  Já o 1.3 Firefly tem potência de 101 cv e 13,7 kgfm (gasolina) e 109 cv e 14,2 kgfm (etanol). No caso do propulsor 1.3 os câmbios serão o manual de cinco velocidades e automatizado Dualogic também de cinco posições.

O hatch ainda terá o motor 1.8 E.torQ EVO, o propulsor passou por diversas mudanças e fez sua estreia no Jeep Renegade 2017.  O propulsor flex rende 135 cv de potência com gasolina a 5.750 rpm e 18,8 kgfm de torque a 3.750rpm. Com etanol, os números sobem para 139 cv a 5.750 rpm e 19,3kgfm a 3.750 rpm. Com as mudanças, o motor 1.8 perdeu o tanque de partida a frio e ganhou o sistema Start&Stop. As versões 1.8 contarão com os câmbios manual de cinco velocidades e o automático de seis marchas.

Porte

O Fiat Argo não será tão grande (como vocês podem ver no vídeo que fizemos do modelo). O atrativo, segundo nossas apurações, será o bom espaço interno e o porta-malas maior que o dos concorrentes. A marca também aposta no desenho esportivo do hatch para atrair os consumidores.

Inspirado no Tipo europeu, o Argo terá o teto com caída acentuada na traseira. O bom espaço interno se deve ao pequeno balanço traseiro – a caixa de roda está praticamente no fim do carroceria.

Visual

Na dianteira, as linhas gerais lembram as do modelo europeu. Entretanto, a versão nacional tem novo capô que se encontra com a grade, para-choque e faróis. A grade dianteira tem praticamente o mesmo formato, mas os elementos são em formato colmeia. Na versão Sporting, os faróis terão máscaras negra e as grades superior e inferior serão pintadas em preto.  Os faróis auxiliares são integrados a grade inferior.

Na traseira, as mudanças em relação ao Tipo europeu estão na tampa traseira. A tampa do porta-malas será mais horizontalizada e a placa de identificação foi deslocada para o para-choque. Aliás, a peça também ganhou novo desenho e refletores em formato de bumerangue. Outra mudança é a porta traseira que não invade a coluna C como no modelo europeu. As lanternas também têm formato diferente, no Argo elas são mais finas na parte que se estende para a tampa do porta-malas. Na parte inferior da lanterna, há um vinco na tampa fazendo jogo com as luzes de posição.

Apesar de serem construídos a partir da nova plataforma, chamada de Latam. Os projetos X6H e X6S usarão os mesmos aços do Jeep Renegade e Fiat Toro como antecipamos em junho.

Inspiração europeia

O Fiat Argo pode até ser inspirado no Tipo europeu, mas conta com pequenas mudanças. As laterais são praticamente idênticas e com as mesmas estampagens. A exceção é a porta traseira que tem novo recorte. Já a versão Sporting terá molduras nos para-lamas.

Turbo

Futuramente, o Argo poderá contar com versões com motorização turbo. Já está em desenvolvimento o 1.3 Firefly turbo. Neste caso, o cabeçote passará a ter 16 válvulas. A estimativa é que a potência final fique na casa dos 160cv. A engenharia de Betim também trabalha no motor 1.0 Firefly turbo. O propulsor terá cabeçote de 12 válvulas.

Hot site

O Fiat Argo já conta com página própria no site da fabricante. De acordo com descrição da montadora, o modelo será o “mais completo hatch premium do mercado” e irá consolidar “o novo momento da marca no Brasil”. Basta acessar o endereço http://argo.fiat.com.br/ e se cadastrar para receber futuros updates sobre o veículo.

Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos
Projeções | Du Oliveira/Especial para o Autos Segredos