A Citroën lança no Brasil o programa NOVO DE NOVO CITROËN. Segundo a marca, a ação de vendas é uma modalidade de financiamento para a compra de modelos zero quilômetro da marca. Segundo a marca, o programa prevê benefícios como entradas flexíveis, parcelas de financiamento reduzidas e a exclusiva Recompra Garantida.

Recompra

O cliente que optar pela modalidade NOVO DE NOVO CITROËN terá algumas facilidades. A entrada pode ser entre 30% e 60% do preço total. Feito o pagamento, o consumidor passa a contar com um fluxo de pagamento diferenciado durante os 30 primeiros meses de financiamento, com parcelas reduzidas e taxas subsidiadas pela marca.  Ao chegar na 30ª parcela, o cliente passa a ter direito à Recompra Garantida Citroën, que garante o pagamento de um valor equivalente a 85% da tabela FIPE na troca pelo próximo modelo zero km.

“Além das qualidades de produto oferecidas pelos Citroën C3, C4 Lounge e AIRCROSS, a grande vantagem para o consumidor é a facilidade da operação. Com apenas 30% de entrada, parcelas reduzidas e a garantira de recompra do usado, o cliente sai da concessionária com um Citroën novo. Tudo simples e prático”, explica Frida Lickel, Diretora Comercial da Citroën.

Modelos

No lançamento, o programa está disponível para os modelos C3, C4 Lounge e AIRCROSS. Para ter direito a recompra do veículo, o cliente deverá exercer a intenção de recompra entre 30 e 60 dias antes da data de vencimento da parcela residual (paga conjuntamente com a última parcela fixa do financiamento). Nesse prazo o cliente deve levar o carro para ser avaliado na concessionária em que o veículo foi adquirido.

Requisitos

Para participar do programa, o carro terá que atender a requisitos como estar em ótimo estado de conservação e funcionamento, com peças e acessórios genuínos e em condições compatíveis ao tempo de utilização, documentação totalmente em dia (incluindo laudo de transferência veicular), revisões realizadas na Rede Autorizada de Concessionárias Citroën, de acordo com o recomendado no Manual do Proprietário, e não ultrapassar 15.000 km rodados por ano, em média.

Fotos | Citroën/Divulgação