A Citroën anunciou um recall para o aventureiro Aircross. De acordo com o fabricante, pode existir uma não conformidade no torque de aperto dos parafusos de fixação da fechadura do capô. O problema pode provocar ruídos e até mesmo a abertura involuntária da peça. A convocação envolve 6.647 unidades, produzidas em 2010.

Os proprietários deverão comparecer à rede de concessionárias da marca em todo o país. O serviço é gratuito e acontece por prazo indeterminado. Mais informações podem ser obtidas no site www.citroen.com.br, ou ainda pelo telefone 0800 011 8088.

No ano passado, o Marlos atestou um problema no cinto de segurança de três pontos traseiro do Aircross, que não tinha tamanho suficiente para prender uma cadeirinha bebê conforto. A descoberta ocorreu por acaso, quando o Editor-Chefe do Autos Segredos tentava transportar o filho, João Pedro, no veículo (veja aqui).

A Citroën assumiu a falha e se comprometeu a corrigi-la. Naquele momento, apenas 300 unidades do modelo tinham sido produzidas, mas nenhuma havia sido comercializada: estavam todas nas mãos de jornalistas e de funcionários, o que fez com que a marca não precisasse convocar os consumidores a comparecerem às autorizadas. Assim sendo, só agora, devido ao problema dos parafusos de fixação do capô, foi realizado o primeiro recall oficial do Aircross no Brasil.

Confira a numeração de chassi dos veículos envolvidos no recall:

BB504240 a BB566301

Fotos | Citroën/Divulgação e Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter