O motor 2.0 TFSI ganhou o prêmio internacional Powertrain of the Year em sua categoria. No Brasil, o propulsor é usado em versões dos modelos A3, A4, A5, A6, Q3, Q5 e TT
Audi A4 Limited Edition
Foto | Audi/Divulgação

A Audi conquistou o prêmio Powertrain of the Year com motor 2.0 TSFI que levou a taça como melhor motor do ano na categoria de motores entre 150 e 250 cavalos de potência. Já é a 15ª vitória consecutiva na categoria para motores TFSI da Audi.

Audi A3 Sedan
Foto | Audi/Divulgação

2.0 TSFI leva prêmio de motor do ano

O motor 2.0 TSFI levou prêmio numa comissão formada por 70 jornalistas especializados no setor automotivo. Segundo o júri, o motor de quatro cilindros é “um dos mais flexíveis e versáteis já produzido – resumindo, ele pode tudo”.

 “Estamos muito satisfeitos de receber este prêmio, porque reconhece a versatilidade do 2.0 TFSI. Nós o usamos não só como motor à gasolina, mas também como híbrido plug-in e para operações com gás natural ou Audi e-gas”, diz Hans-Joachim Rothenpieler, membro do conselho de administração para desenvolvimento técnico da Audi AG.

O executivo está particularmente orgulhoso do sucesso recorde da tecnologia TFSI. Segundo Rothenpieler, que é líder da Audi TechnicalDevelopment, o primeiro TFSI chegou ao mercado em 2004 e desde então, alcançamos a vitória na categoria correspondente todos os anos.

 

Audi A5 Sportback
Foto | Audi/Divulgação

Entre os anos de 2005 e 2009, a Audi levou a melhor na categoria 2 litros com o 2.0 TFSI. Já no período entre 2010 e 2018, a marca chegou ao topo com o motor 2.5 TFSI de cinco cilindros. Depois da mudança de categorias de cilindros para cavalos em 2019, o motor de quatro cilindros e dois litros voltou ao topo do pódio.

Audi Q3
Foto | Audi/Divulgação

Quem usa no Brasil?

No Brasil, o premiado motor 2.0 TFSI equipa versões dos modelos A3, A4, A5, A6, Q3, Q5 e TT.

O que é TFSI?

Segundo a Audi, a sigla TFSI é a abreviação de injeção direta turbo. A marca alemã foi a primeira montadora no mundo a produzir esta tecnologia em larga escala a partir de 2004.

Audi Q5
Foto | Audi/Renan Senra Fotografia/Divulgação

Com o conceito downsizing, a marca começou a reduzir o tamanho do motor com o 2.0 TFSI no A3 Sportback. Em 2007, o propulsor ganhou nova geração que foi desenvolvida para os mercados globais. O motor saiu da linha de produção húngara, em Györ, em Dalian, na China, e de outros locais.

Audi A4 Limited Edition
Foto | Audi/Divulgação

Longitudinais

De acordo com a Audi, o premiado motor 2.0 TSFI é adequado para instalações longitudinais em modelos maiores da Audi, bem como para instalações horizontais, incluindo em outras marcas do Grupo.

Com o passar dos anos, o motor passou por evoluções que foram incorporadas ao seu pacote tecnológico diversas vezes.

Em sua última atualização, o motor de quatro cilindros recebeu uma tecnologia especial de eficiência Audi. Conhecido como processo de combustão ciclo-B, desenhado especialmente para a carga parcial, é o modo de operação predominante. A Audi afirma que com um estilo de condução moderado, o motor 2.0 TFSI alcança a eficiência de um motor de poucos cilindros, enquanto oferta a dinâmica de um motor grande em condução esportiva.

Siga nossas redes sociais