Toyota_Etios_Platinum_2017_5Fernando Miragaya (*)
De Atibaia (SP)

Sentiu falta daquela versão mais rebuscada na linha 2017 do Etios? Ela só chega agora, com atraso de quase quatro meses, mas com a mesma função de dar o sopro de requinte à despojada gama compacta da Toyota. E cobra alto por isso. O Etios Platinum 2017 começa a ser vendido no dia 4 de agosto por R$ 62.490 na configuração hatch e por R$ 65.990, na sedã.

Toyota_Etios_Platinum_2017_4Com jeitão de série especial, a variante mais cara segue as mesmas modificações mecânicas que a família recebeu em abril. Os Platinum só andam com motor 1.5 16V Dual VVT-i (com duplo comando variável e que dispensa o tanquinho de partidas a frio), que tem 10,5 cv a mais e gera 107 cv. Na carona, o câmbio automático de quatro marchas, outra novidade da linha 2017. Direção com assistência elétrica e suspensão foram recalibradas.

Toyota_Etios_Platinum_2017_3Mas não basta ser mais sofisticado mecanicamente. É preciso parecer. Por isso, há diferenças pontuais e marcantes em relação ao controverso desenho do Etios. A turma da Toyota do Brasil conseguiu convencer a matriz a fazer para-choques e grade diferentes para a Platinum.

Toyota_Etios_Platinum_2017_7Está bem resolvido. A configuração parece até mais larga e robusta, com o para-choque encorpado e cheio de vincos, e a grade dianteira em seções mais definidas, o que dá a sensação de que o logo da Toyota está projetado para a frente. Rodas de liga-leve de 15”, seções dos faróis distintas, lanternas com máscara negra e o aerofólio diferente no sedã completam as exclusividades da Platinum.

Toyota_Etios_Platinum_2017_3Por dentro, o sempre questionado quadro central agora traz os instrumentos em um display de 4,2”. Na parte de equipamentos, a Platinum é baseada na XLS 1.5, com destaque para a central multimídia com GPS, DVD, câmera de ré, Bluetooth e TV digital. Inclui ainda ar-condicionado, trio elétrico, retrovisores com setas integradas, chave com telecomando das portas, controle de cruzeiro, descansa-braço dianteiro, banco traseiro rebatível e computador de bordo com função EcoWallet, que calcula o valor gasto com combustível durante uma viagem.

[photomosaic]

(*) O jornalista viajou a convite da Toyota do Brasil.

Fotos | Toyota/Divulgação