Corolla-aDepois de divulgar o Corolla destinado ao mercado norte-americano (veja aqui), a Toyota mostra a versão a ser vendida no continente europeu. O projeto básico é o mesmo, mas os dois veículos têm dianteira e raseira com estilos distintos. Também há diferenças no interior, porém mais discretas, restritas a alguns detalhes. O modelo já havia sido antecipado pelo Autos Segredos (veja aqui).

Corolla-cExternamente, mudam faróis, para-choques, grade dianteira e lanternas traseiras. As rodas de liga leve têm desenho próprio  e a carroceria exibe mais cromados. No interior, as diferenças resumem-se aos revestimentos, aos comandos do ar-condicionado, à posição do relógio digital e ao quadro de instrumentos, que além de lay-out próprio, tem termômetro do fluido de arrefecimento do motor, item suprimido na outra versão.

Corolla-eA Toyota decidiu fazer modificações no Corolla para adequá-lo aos consumidores de cada continente. Na América do Norte,  ele disputa a base do mercado e atende à demanda de um púbico mais jovem, o que explica o design mais arrojado. Na Europa, o sedã ocupa posição intermediária na linha (embora ainda seja considerado luxuoso, como no Brasil) e tem compradores de faixas etárias mais elevadas, motivo pelo qual as linhas são mais tradicionais.

Corolla-fAinda não se sabe ao certo quais modificações o Corolla ganhará quando for nacionalizado (além daquelas que já são de praxe, como elevação da suspensão). O posicionamento no mercado brasileiro aponta para a versão europeia, porém, como os sedans com toques de esportividade têm ganhado espaço nos últimos tempos, é possível que o fabricante utilize o interior modelo vendido no velho continente e o visual externo do norte-americano, ou ainda desenvolva uma terceira configuração. Tudo pode acontecer…


Fotos | Toyota/Divulgação