O Mondial de l’Automobile, que conhecemos como “Salão de Paris”, alterna com o Salão de Frankfurt o título de principal evento internacional do calendário automotivo. O evento abriu hoje para o público, que poderá conferir nas próximas duas semanas desde carros conceito com ideias que jamais chegarão às linhas de montagem a outros que em breve estarão em concessionárias de todo o mundo, inclusive as do Brasil. São estes que nos interessam.

Audi A3 Sportback

Além do novo Audi S3, a Audi exibe no Salão de Paris o novo A3 Sportback, a versão de cinco portas do novo A3, que foi mostrado antecipadamente pela fabricante. O Sportback distingue-se pela traseira, onde o vidro lateral está um pouco menos inclinado e pelo formato que remete muito às peruas da marca alemã, principalmente pelo rack no teto. É um meio termo entre hatch e perua, tanto que seu porta-malas tem apenas 380 L de capacidade, 15L a mais que o A3. O novo Audi A3 Sportback será uma das estrelas do estande da Audi no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece no final de Outubro, e chega ao Brasil em 2013. O lançamento do S3 é questão de tempo.

Chevrolet Trax

Seja Trax, seja Enjoy o nome que o SUV compacto da Chevrolet venha a adotar no Brasil, ele ainda não tem seu lançamento por aqui, ao menos segundo a presidência da GMB. “É um modelo que nos interessa, mas ainda não se sabe se será produzido no México. E isso também depende do novo regime automotivo, pois hoje temos uma cota muito pequena, onde trazemos o Captiva”, disse o presidente da Chevrolet do Brasil, Marcos Munhoz, à Autoesporte durante o Salão de Paris.

O Trax usa a plataforma do Sonic, que por sua vez já teve sua produção pré-série no México iniciada. O Sonic sul-coreano deixará de vir para o Brasil no ano que vem para dar lugar ao mexicano. O que complicaria a questão das cotas seria trazer 3 ou 4 mil unidades do Trax por mês – supondo que ele vingue no mercado. Mas não podemos nos esquecer que será o último ano do Captiva. O Trax/Enjoy virá sim para o Brasil.

Citroën C4L

O foco dos sedãs C-Elysee (ver Peugeot 301) e C4L é o mercado chinês, mas o C4L tem grandes chances de chegar ao Brasil. Desenvolvido sobre a mesma plataforma do novo C4 hatch europeu, é tão grande quanto o seu antecessor, o C4 Pallas, que já possui 5 anos de carreira no Brasil, e também muito mais bonito. A Citroën ainda estuda a produção do modelo na Argentina, mas deve vir logo pois ele já roda em testes por lá…

Citroën DS3 Cabrio

O Citroën DS3 acaba de chegar ao Brasil, e a Citroën já demonstrou interesse em trazer toda a linha DS para o Brasil – o próximo é o DS5, ainda este ano. Assim, há chances de o DS3 Cabrio ser vendido no Brasil dentro de algum tempo. A novidade se destaca pelo teto em lona rebatível, aos moldes do C3 Pluriel.

Dacia/Renault Logan e Sandero

Agora Sandero e Logan compartilham mais que plataforma, motores e interior. Para perder as formas mais quadradas que a de um Fiat Premio, o Logan se tornou um “Sandero Sedan”. O Sandero Stepway também aparece reestilizado, com visual aventureiro e maior distância livre ao solo. A chegada da nova linha Logan/Sandero no Brasil não foi confirmada pela Renault brasileira, mas o presidente da Renault-Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, revelou em entrevista no Salão de Paris que os modelos começam a ser fabricados por aqui no final de 2013.

Ford Fiesta

O Ford “New” Fiesta deixará de ser importado do México em 2013 para ser fabricado em São Bernardo do Campo (SP), no caso do hatch, e em Camaçari (BA), no caso da versão sedã. A Ford aproveitará esta mudança estratégica para inserir no Brasil o novo design do compacto, que estreia no Salão de Paris. O destaque é a grade dianteira à la Aston Martin, identidade da nova fase do design kinetic. Por aqui a mecânica deverá ser mantida, mas finalmente o câmbio Powershift de dupla embreagem e seis relações será disponibilizado. O equipamento estreia no EcoSport no início de 2013.

Kia Carens

O Kia Carens não é ruim, apenas não vende. Desde 2010 não havia novidades – a última foi uma grade nova. Agora finalmente a minivan tem uma nova geração, moderna, mais espaçosa e atraente graças ao designer Peter Schreyer. Suas opções de motorizações incluem motores 1.4 e 1.6 à gasolina e diesel com potências que variam entre 115 e 180 cavalos. A Kia não confirmou a chegada do modelo ao País, e como ela só é ágil para lançar um carro por aqui quando quer… Mas que há chances do novo Carens pintar por aqui, há!

Peugeot 2008

O Peugeot 2008 ainda é um conceito, uma criação de equipes de design da Peugeot situadas em Paris, Xangai e São Paulo. Mas seu lançamento é certo, e não vai demorar. É a arma da Peugeot para encarar modelos como Nissan Juke, Opel Mokka, Chevrolet Trax/Enjoy, Renault Duster e também o Ford EcoSport. Seu lançamento no Brasil está previsto para 2014. Ele será fabricado em Porto Real (RJ), se valendo dos componentes compartilhados com o 208. Este chega no início de 2013. Os dois estarão no Salão do Automóvel.

Peugeot 301

Irmão gêmeo bivitelino do Citroën C-Elysse, assim como o Citroën C4L o Peugeot 301 vê sua produção na Argentina dependente de estudos de viabilidade. A questão é que ele e o C-Elysse teriam um bom papel na gama das fabricantes francesas por aqui. Destinados a emergentes abrem mão de certo requinte em detrimento ao amplo espaço interno, algo que se vê por exemplo no Chevrolet Cobalt.

Nota: A Peugeot negou no final de junho que o 301 será comercializado no Brasil. No entanto, a consultoria Polk descobriu que o modelo começa a ser produzido por aqui a partir de 2014 e já possui até uma previsão de vendas: 16.391 unidades no primeiro ano e 18.184 em 2015. Aguardemos (com Automotive Business)

Peugeot RCZ

Se a Peugeot não cancelar a importação do RCZ, o lançamento da linha 2013 por aqui é questão de tempo. Lançado há menos de um ano no Brasil, o RCZ acaba de ser reestilizado. Recebeu nova dianteira enquadrada no novo estilo de design da fabricante francesa, ficando menos parecido com a família 308. O novo para-choque é o grande responsável pelo novo visual, mas os faróis também são novos. Nada muda na mecânica.

Range Rover Vogue

Mais leve e eficiente, o novo Range Rover foi totalmente refeito sem, no entanto, perder as linhas do modelo original. Está, sim, mais arredondado e com evidente aproximação ao SUV compacto Evoque, o que é visível sobretudo na dianteira, através dos faróis rasgados na lateral. Além do que se vê, ele usa agora estrutura monocoque em alumínio, que é 39% mais leve que a do modelo anterior, feita de aço, permitindo uma redução de até 420 kg no peso. Ele estará no Salão do Automóvel já tem lançamento no Brasil confirmado para 2013. O Jaguar F-Type também será exposto.

Volkswagen Golf

A melhor notícia que chegou do PARIS Expo foi a confirmação do lançamento do Golf VII no Brasil – mas sem data para tal façanha. “Chegará ao Brasil nos próximos anos”, confirmou o presidente do Grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, à Autoesporte. Ao ser indagado sobre onde serão fabricadas as unidades que chegarão ao Brasil Winterkorn foi sucinto: “Talvez no México”. É a boa notícia que todo entusiasta espera há 10 anos, quando foi lançada a quinta geração do Golf. O nosso foi reestilizado quatro anos depois, e assim permanece até hoje.

Fotos | Zbigniew Mazar/United Pictures e Ford/Volkswagen, Land Rover, Peugeot/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Curta o Autos Segredos no Facebook!