Apesar de valente, algo que o motor 2.0 flex de 145 cv da Nissan não consegue conferir ao Renault Fluence é desempenho esportivo. Então, para ter uma versão esportiva capaz de encarar Peugeot 408 THP e Volkswagen Jetta Highline, a Renault não apenas incrementou o visual do Fluence, como também instalou um motor turbo sob o capô do modelo. Se trata de um 2.0 TCe de 180 cavalos, o mesmo do Mégane GT europeu.

Criado pela Renaultsport, o Fluence GT surge como o primeiro Renault com turbo vendido no Brasil. Seu motor é derivado do mesmo que era usado pelo Mégane aqui e hoje está presente no Duster, mas com as devidas alterações. como pistões, bielas, virabrequim e bronzinas reforçados; sistema de arrefecimento do bloco do motor otimizado, melhor admissão de ar, junta do cabeçote composta de três lâminas de vedação, e ainda o turbocompressor “twin-scroll”. A transmissão é manual de seis relações e teve o disco de embreagem reforçado.

 

No fim das contas o resultado é potência de 180 cavalos (5.500 rpm), que não é a maior do segmento. Mas o torque de 30,6 kgfm disponível aos 2.250 rpm sim, e é nele que o GT aposta. O sedã atinge 220 km/h de velocidade final e precisa de apenas 8 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h.

o ponto de vista estético, o Fluence GT recebe incrementos como spoiler integrado ao para-choque dianteiro, logo abaixo da entrada de ar frontal, assim como os faróis de neblina, circundados por moldura cromada, e os faróis de Xenon. Na traseira, está presente um discreto aerofólio incorporado à tampa do porta-malas, escapamento cromado, friso cromado sobre a placa e a inscrição “GT Renault Sport” abaixo da lanterna do lado direito.

Há ainda saias laterais rodas de cinco raios com aro de 17 polegadas e as alterações no interior, onde estáse destaca o quadro de instrumentos com conta-giros analógico e velocímetro, marcadores de nível de combustível e de líquido de arrefecimento digitais. Há teto solar elétrico e bancos revestidos em couro com costura vermelha. Outros detalhes que chamam atenção são as pedaleiras de alumínio e as soleiras das portas que contam com a inscrição “Renault Sport”.

Entre os equipamentos figuram controles de estabilidade (ESP) e de tração (ASR)m freios são ABS com auxílio de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), seis airbags, sistema Star/Stop, ar-condicionado digital dual-zone, teto solar elétrico com sistema antiesmagamento, sistema de navegação Tom Tom com tela de cinco polegadas integrada ao painel e o sistema de som Arkamys com CD player/MP3, quatro alto-falantes e quatro tweeters, conexões USB/iPod, Bluetooth e Auxiliar.

O Fluence GT será comercializado em três diferentes tonalidades: Branco Glacier, Vermelho Fogo e Preto Nacré e conta com conta com garantia original de fábrica de 36 meses (ou 100 mil quilômetros).

 

Fotos | Renault/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Curta o Autos Segredos no Facebook!