Mitsubishi Eclipse Cross 2019 tem farta lista de itens de série. Sistema S-AWC e equipamentos de segurança são destaques dos SUV japonês. Mas, câmbio CVT tira o brilho do motor 1.5 turbo
Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Por Marlos Ney Vidal (*)
De Porto Alegre (RS)

Por fotos, o visual do Mitsubishi Eclipse Cross 2019 pode não agradar. Mas, ao vivo, a história muda e as linhas descoladas do SUV agradam e podem conquistar os clientes que buscam exclusividade. De frente, a enorme grade é o cartão de visitas do modelo que chegará ao mercado em novembro. Importado do Japão, os preços não ficaram competitivo devido a alta cotação do dólar. Motor 1.5 Turbo, tecnologia e farta lista de equipamentos de série são pontos a favor do Eclipse Cross 2019.

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Preços Eclipse Cross 2019

A marca espera vender cerca de 300 carros por mês. Inicialmente, a marca estima que o mix de vendas do SUV será de 60% para a versão S-AWC e 40% para a 4×2. Confira os valores sugeridos do SUV:

  • Eclipse Cross 2019 HPE-S – R$ 149.990
  • Eclipse Cross 2019 HPE-S – S-AWC – R$ 155.990
Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Acabamento

O Eclipse Cross 2019 tem painel construído com material sensível ao toque. Os materiais são de boa qualidade e as peças apresentam bons encaixes. Porém, já está virando prática no setor automotivo o uso de materiais mais simples nas forrações de portas traseiras. Nas dianteiras, os forros repetem o material emborrachado do painel, porém, nas portas traseiras os forros são plásticos rígidos. Os bancos são revestidos em couro e há apliques de couro nos apoios de braço das portas, volante manopla do câmbio.

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Vida a bordo

Achar a melhor posição para dirigir o Eclipse Cross 2019 é tarefa simples. O banco do condutor conta com ajustes elétricos e acomoda bem o corpo; o assento cumpre seu papel apoiando bem as pernas. Já o banco do carona conta somente com ajustes manuais.

O volante tem boa pega e oferece ajustes de altura e profundidade, comandos de áudio, telefonia, computador de bordo e do piloto automático inteligente (ACC).

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Fácil leitura

O quadro de instrumentos é completo e de fácil leitura. No geral, os comandos estão de fácil ao alcance da mão do condutor.

Conforto

O ar-condicionado é digital e permite regulagem de temperatura individual. O equipamento cumpre seu papel e refresca bem o ambiente, mesmo com as saídas traseiras instaladas sob os bancos dianteiros não prejudicam seu desempenho.

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Turma de trás

A segurança é completa para a turma do banco traseiro e há cinto de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes. O espaço para as pernas é excelente. Ponto positivo para o túnel central mais baixo que prejudica tanto o ocupante (que aumenta o conforto de quem vai no meio) do assento central. O senão fica por conta do assento que deixar a desejar no quesito de apoio para as pernas. De resto, há bom espaço para cabeças e ombros dos ocupantes do banco traseiro.

O teto solar panorâmico fará a alegria da criançada. Na parte da frente, ele pode ser aberto e na de trás o vidro é fixo. A cortina para inibir os raios solares é independente na traseira e na dianteira e tem acionamento elétrico.

Segurança

O Eclipse Cross é recheado de itens de segurança e assistência ao condutor. A lista conta com alertas de mudança de faixa de rolamento e de ponto cego, sistema de aviso de tráfego traseiro, assistente de partida em rampa (HSA) e controles de tração e estabilidade.

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Ainda fazem parte, o piloto automático inteligente (ACC), assistente de frenagem de emergência (BAS), sistema de frenagem autônoma (FCM), airbag dianteiro, lateral, de cortina e para o joelho do motorista e sistema de prevenção de aceleração involuntária (UMS).

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Porta-malas

Com capacidade para 473 litros de bagagem, o porta-malas do Eclipse Cross 2019 está na média de seus concorrentes diretos.

Andando

Impulsionado por um motor 1.5 turbo de 165 cv, o Eclipse Cross 2019 tem desempenho honesto e dentro da realidade no uso familiar. O bom torque de 25,5 kgfm permite ultrapassagens com segurança. Já o câmbio CVT que simula oito velocidades não contribui para um melhor aproveitamento do motor. Em retomadas de velocidade, ele tem respostas mais lentas.

Durante o test drive, andamos com o SUV em variados tipos de piso – do asfalto liso a vias não pavimentadas. A suspensão tem bom acerto e transmite o mínimo possível (pouco das) as imperfeições do solo.

Veja aqui lista de itens de série do Eclipse Cross 2019.

Nas curvas sinuosas do percurso de 300 quilômetros do test drive o sistema S-AWC atuava a todo do momento corrigindo a trajetória do SUV. Pela tela central do quadro de instrumentos, era possível visualizar a atuação da tecnologia.

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

O sistema S-AWC é um controle dinâmico do veículo que lê instantaneamente os movimentos da carroceria, tanto na rolagem, quanto numa frenagem, quando se freia o veículo e a frente dele se abaixa ou quando a frente se levanta nas acelerações.  Desse modo, ele gerencia a distribuição de força entre a roda direita e a roda esquerda em ambos os eixos. O sistema ainda faz o controle ativo da trajetória, com a leitura do ângulo da direção e de outras informações do veículo como a velocidade das rodas, a força de travamento e sua trajetória.

Ficha técnica Eclipse Cross 2019

Mitsubishi Eclipse Cross 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Motor
De quatro cilindros em linha, dezesseis válvulas, flex, 1.499 cm³ de cilindrada, com potência de 165 cv (gasolina) a 5.500 rpm e torque máximo de 25,5 kgfm (gasolina) entre 2.000 e 23.500 rpm

Transmissão
Tração dianteira (HPE-S) e sistema de tração 4×4 (Versão S-AWC) e câmbio automático CVT de oito velocidades.

Direção
Tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica; diâmetro de giro, 5,3 metros

Freios
Disco ventilado na dianteira e na traseira

Suspensão
Dianteira, McPherson, e barra estabilizadora; traseira, independente, Multilink com molas helicoidais e barra estabilizadora

Rodas/pneus
7×18” de liga leve/225/55 R18

Peso
2.100 kg

Carga útil (passageiros+ bagagem)
560 kg

Capacidades (litro)
Tanque, 63; porta-malas, 473; altura do solo, 20,2 centímetros

Dimensões (metro)
Comprimento, 4,40; largura, 1,80; altura, 1,68; distância entre-eixos, 2,67

Desempenho
Velocidade máxima 195 km/h (gasolina); aceleração até 100 km/h, 11,1 (gasolina)

Consumo (km/l)
Não disponível

(*) O jornalista viajou à convite da HPE Automotores do Brasil.

Siga nossas redes sociais