Mudanças visuais do Ford Ka 2019 se restringem aos para-choques, nova opção de motor e câmbio são os destaques. Linha hatch e sedã ganham novas versões para brigar no topo

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Por Marlos Ney Vidal (*)
De Gramado (RS)

O Ford Ka 2019 começará a chegar às revendas no começo de agosto. O compacto continuará a ser vendido nas carrocerias hatch e sedã, sendo que a última passa a se chamar Ka Sedan. As mudanças visuais são mínimas e se concentram nos para-choques. Já as novidades mecânicas como o novo motor 1.5 e a transmissão automática gabaritam o Ford Ka 2019 para brigar dei igual para igual com os concorrentes Chevrolet Onix e Hyundai HB20. A Ford também reformulou a oferta de equipamentos de série e lança uma nova versão topo de linha para atuar em categoria superior.

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Vendas

Na carroceria hatch, o Ka ficou com a terceira colocação nos seis primeiros meses do ano com 48.262 modelos vendidos. Já o Ka Sedan ocupa a 19° posição com 16.937 unidades emplacadas. Com a oferta da transmissão automática a Ford espera aumentar as vendas do Ka Sedan que na linha 2018 representam 30% das vendas do compacto.

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Preços Ford Ka 2019

Na carroceria hatch, o Ford Ka 2019 será vendido nas versões S e SE com motor 1.0, SE, SE Plus, Freestyle e Titanium com motorização 1.5 e opção de transmissão automática. Os preços do hatch partem de R$ 45.490 e chega aos R$ 68.990. Na opção sedã, o Ka Sedan 2019 conta com as versões SE e SEL Plus com propulsor 1.0 e nas opções SE, SE Plus, SEL e Titanium 1.5 com opção de câmbio automático. Os preços do Ka Sedan ficam entre R$ 49.990 e R$ 70.990.

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Confira os preços da linha 2019:

  • Ka 1.0 S – R$ 45.490
  • Ka 1.0 SE – R$ 45.990
  • Ka 1.5 SE – R$ 51.990
  • Ka 1.5 SE (automático) – R$ 56.590
  • Ka 1.0 SE Plus – R$ 48.490
  • Ka 1.5 SE Plus – R$ 54.490
  • Ka 1.5 SE Plus (automático)
  • Ka 1.5 Freestyle – R$ 63.490
  • Ka 1.5 Freestyle (automático) – R$ 67.990
  • Ka 1.5 Titanium (automático) – R$ 68.990
Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação
  • Ka Sedan 1.0 SE – R$ 49.490
  • Ka Sedan 1.5 SE – R$ 57.990
  • Ka Sedan 1.5 SE (automático) – R$ 62.490
  • Ka Sedan 1.0 SE Plus – R$ 51.990
  • Ka Sedan 1.5 SE Plus – R$ 57.990
  • Ka Sedan 1.5 SE Plus (automático) – R$ 62.490
  • Ka Sedan 1.5 SEL (automático) – R$ 65.990
  • Ka Sedan 1.5 Titanium (automático) – R$ 70.990

Mudanças

Na dianteira o Ford Ka 2019 tem grade pontilhada como o Fiesta Europeu na carroceria hatch e filetada na opção sedã. No para-choque dianteiro, a grade inferior ganhou filetes horizontais e a peça se estenderá até os faróis de neblina que são instalados nas extremidades emoldurados por um reentrância no para-choque. Já os faróis ficaram com o mesmo formato recebendo apenas novo desenho interno.

Siga nossas redes sociais

Na traseira, o hatch e o sedã ganharam novos para-choques. As lanternas de ambos mantiveram o mesmo formato e receberam apenas mudanças na disposição das luzes e detalhes para promover a separação do fluxo de ar e redução do arrasto.

Freestyle

O Ford Ka 2019 Freestyle ganhou faróis com máscara negra e novo desenho interno, o para-choque ganhou grade dianteira mais fina construída em peça única em formato de colmeia. Os faróis de neblina estão instalados nas extremidades emoldurados por um reentrância no para-choque. De lado, o Ford Ka Freestyle 2019 tem molduras na caixas de rodas e rodas de liga leve pintadas em tinta perolizada.

Ford Ka Freestyle 2019
Foto | Ford/Divulgação

Na traseira o para-choque, replica as reentrâncias da dianteira mantendo a identidade visual. As lanternas mantiveram o mesmo formato, mas, ganharam novo desenho Racks no teto compõem o restante do visual aventureiro do Ka.

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Interior

No interior, o painel do Ford Ka 2019 mantém praticamente a estrutura do Ka 2018 ganhando apenas novo console central para abrigar a central multimídia flutuante. De resto tudo permanece sem mudanças. Os comandos do ar-condicionado continuam manuais, nem mesmo na versão topo de linha Titanium e na Freestyle a marca adicionou um ar digital para a dupla. Os bancos receberam novos revestimentos. Na versão topo de linha Titanium eles são revestidos em couro. Porém, o volante não é revestido. Já na aventureira os bancos mesclam revestimento em tecido e couro.

Leia mais: Confira os itens de série do Ford Ka 2019.

Reforços estruturais

Para melhorar o desempenho do Ford Ka 2019 nos testes de impacto, a marca promoveu mudanças em sua estrutura. Tanto o hatch, quanto o sedã receberam reforços adicionais nos pilares e teto. Aço especial de alta resistência foi usado nos pilares e reforços no assoalho. As peças também tiveram aumento de espessura em até 1,2 mm.

Segurança

O Ford Ka 2019 segue as regras do jogo e oferece poucos itens de segurança como equipamentos de série. Além dos obrigatórios freios ABS e airbag duplo, a marca oferta sistema Isofix de fixação de equipamentos de retenção infantil, cintos de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes. Os importantes assistente de partida, controles de tração e estabilidade são estão disponíveis como equipamentos de série nas versões Titanium e Freestyle que ainda contam airbags laterais e de cortina.

Ford Ka 2019
Foto | Ford/Divulgação

Andando

O tempo de Gramado não ajudou muito no primeiro contato com o Ford Ka 2019 mesclando neblina e chuva. Nossa reportagem andou por alguns quilômetros a bordo do Ka Sedan 2019 na versão Titanium como passageiro e condutor. O motor 1.5 de três cilindros fornece desempenho satisfatório para o compacto permitindo bom desempenho em arrancada e aliado ao câmbio automático as retomadas são bem ágeis. Mesmo no modo S, as trocas de marchas são quase imperceptíveis.

Veja mais: Primeira volta no Ford Ka Freestyle.

Ponto positivo para a nova calibragem da suspensão que recebeu amortecedor dianteiro com stop hidráulico e coxins com amortecimento hidráulico no motor 1.5. A mudança diminui os impactos no volante e transmite segurança em velocidades mais elevadas. A suspensão também não tem batida seca em fim de curso mesmo em estradas não pavimentadas.

(*) O jornalista viajou à convite da Ford do Brasil.